16 de julho de 2011

Resenha da Mónica: Frutos do Pecado - Lynsey Stevens

Tempo de leitura:


Que direito tinha Ryan, aquele irresponsável, de beijar Liv com tanto ardor, até deixá-la tonta, atordoada de desejo?


 
Quando Ryan foi embora, oito anos atrás, a vida perdeu todo o sentido para Liv. Anestesiada pela dor, ela não sentia mais nada. Nem a vida que começava a se desenvolver em seu ventre, fruto daquele amor que quase a levou à loucura. E não foi fácil acordar para a realidade, organizar a vida sem Ryan, cuidar sozinha dos gêmeos, que agora enchiam a sua alma de ternura. Não foi fácil, mas ela conseguiu. E, por mais que seus joelhos tremessem ao ver Ryan de novo, por mais que sua pele se arrepiasse só de sentir o cheiro másculo dele, Liv não ia nem pensar em aceitá-lo outra vez!




***


Que homem mais canalha!!! Abandona a mulher uma hora depois do casamento.Quando 2 anos depois descobre que ela teve gêmeos passa a depositar dinheiro numa conta todos os meses como se estivesse fazendo um grande favor. Mas só dá as caras 8 anos depois e ainda acha que ela deve recepcionar o sujeito com flores e velas, bem até poderia ser flores e velas desde que houvesse um caixão também com ele dentro.Que sujeito ordinário!!! Que ódio dele e mais ainda dela por ter perdoado o sujeito, francamente quando será que vai existir um livro em que o final seja a mocinha ficando com alguém que realmente vale a pena e a respeita enquanto o mocinho canalha fica vendo a distância a felicidade dela? Quem souber de algum livro assim por favor me diga o nome, porque francamente ás vezes tenho vergonha de ser mulher depois que leio algumas coisas. Pronto desabafei e agora me sinto melhor.





Encontre-me no: SKOOB

 

Uma leitora que se envolve profundamente com as histórias que lê, que é apaixonada por músicas, filmes... uma romântica incurável.Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Topo