14 de fevereiro de 2018

Orgulho e Paixão - Nora Roberts

Tempo de leitura:
(Título Original: All the possibilities
Tradutora: Daniela Rigon
Editora: Harlequin
Edição de: 2017)


Os MacGregors - Livro 3


Uma mulher vibrante e criativa que não quer um envolvimento amoroso. Um homem paciente, determinado e que tem todos os passos de seu futuro traçados. Um amor que nasce de uma atração improvável, mas inegável.

Shelby Campbell é uma mulher única e singular que sempre fugiu dos padrões estabelecidos para as mulheres que fazem parte do cenário político de Washington. E ela tem uma regra clara: nunca se envolver com políticos. Até conhecer Alan MacGregor, e entender que regras servem para ser quebradas. Alan está determinado a conseguir o que quer, e não vai deixar uma disputa de séculos entre os MacGregor e os Campbell ficar entre ele e o grande prêmio: o coração de Shelby.

Sequência da série MacGregor, Orgulho e Paixão narra uma nova história da família que acha que está no topo do mundo, que vivem entre o poder e a glória. Até que os seus corações sejam roubados.



Palavras de uma leitora...



- É claro que eu fecharia minha maratona com um romance, não é mesmo? :)

Após ter presenciado o assassinato do seu pai, que concorria à presidência do país, Shelby, então com 11 anos de idade, pensou que não sobreviveria a tanta dor. Ela era profundamente agarrada ao pai e perdê-lo modificou por completo a sua vida. Se já era uma menina rebelde antes, resolveu, a partir daquele momento, que a vida era curta demais para se prender a regras. E quando cresceu e finalmente pôde ser independente, deixou aflorar todo o seu lado excêntrico, exótico. Ela faria o que bem entendesse não importando quantos torceriam o nariz para suas atitudes. 

Assim, resolveu seguir a profissão de ceramista, afastando-se da política e de suas armadilhas. Vestia-se quase como uma cigana, deixando seus cachos ruivos e incontroláveis espalhados por suas costas, enquanto mantinha sua própria loja e rotina. Ou melhor, falta de rotina. Porque ela tinha alergia a tudo o que fosse certinho e formal. Amava multidões, falar e rir alto, beber e comer bem. Amava a vida. 

Naquela noite em especial, sabia que poderia ter ficado na desordem do seu apartamento, com seu gato mal-humorado e sua papagaia como colegas de quarto ou poderia sair com alguns amigos para curtir algumas horas de diversão. Mas resolveu aceitar o convite de sua mãe para comparecer a um evento na casa de uns amigos... onde não faltariam políticos. Seria tentador não ir, mas ela nunca recusava um desafio. Além disso, gostava sinceramente das pessoas que dariam aquele jantar. 

O que ela não esperava era conhecer o homem da sua vida. Por mais cínica que pudesse ser às vezes, acreditava no amor e sabia que ele chegaria um dia para ela. Só não imaginava que seria assim, naquele lugar, e justamente o último homem com quem se envolveria. Será que o destino não entendia que ela não queria ter nada a ver com política? Que não suportava esse ambiente tão tóxico e as lembranças que ele provocava? 

O senador Alan MacGregor sabia que se quisesse concorrer à presidência precisaria arranjar uma esposa. De preferência alguém que se adaptasse perfeitamente ao papel de primeira-dama, uma moça discreta e elegante, que soubesse quando falar ou calar, de acordo com a situação. Por isso, não foi sem surpresa e perplexidade que seus olhos encontraram Shelby e não puderam mais se afastar. De todas as mulheres ali presentes, ela era quem menos se encaixaria no papel de esposa ideal. Mas por que seu coração batia forte ao vê-la? E por que não conseguia prestar atenção em mais ninguém? Não sabia como acontecera, mas estava apaixonado. Sabia que não a conhecia. Que jamais a tinha visto antes, mas bastou um único olhar, um sorriso e uma curta troca de palavras para que ele não imaginasse uma vida sem ela. Sim, estava perdido. Total e irremediavelmente. 

"Alan deixou que ela quase chegasse à porta antes de falar.
- Eu vou te ver de novo, Shelby.
Ela parou, olhando por cima do ombro.
- É uma possibilidade. 
- Uma certeza - corrigiu Alan."

- Depois de ler um livro tão pesado como Entre Quatro Paredes tudo o que eu mais necessitava era de uma leitura leve, divertida e romântica. Algo que me fizesse esquecer, nem que fosse por algumas poucas horas, todo o horror do outro livro. E não foi à toa que escolhi a continuação da série Os MacGregors. Essa família sempre me encanta muito e eu tinha uma enorme curiosidade de saber como seria o livro do Alan. Ele parecia tão sério e formal quando aparecia nos livros anteriores que me perguntava se seria capaz de relaxar e se apaixonar em sua própria história. E não é que o rapaz me surpreendeu?!rsrs

Por mais racional e "certinho" que fosse, Alan soube reconhecer o amor quando surgiu para ele. Não estava naquele jantar para se apaixonar e nem para arranjar uma esposa. Sabia que isso aconteceria mais cedo ou mais tarde, todavia não tinha tanta pressa assim. Só que ao olhar para nossa protagonista pela primeira vez toda a razão e bom senso desapareceram da cabeça dele. Ele a queria. Não como senador ou futuro presidente do país. A queria como um homem deseja uma mulher. A queria para ser sua companheira por toda a vida. 

"Alan seria um problema, ela se deu conta. Alan MacGregor seria um problema muito sério."

Shelby, por sua vez, queria distância dele. Não correria o risco de se apaixonar e sofrer com todas as possibilidades de tal relacionamento terminar terrivelmente mal. Não gostava de políticos. Odiava tudo o que fosse ligado a eles. E desejava desprezar o Alan. Mas quando ele sorria para ela ou a perseguia com presentes criativos e irresistíveis, ela sentia suas defesas irem cedendo, o que era apavorante. Precisava ser forte antes que fosse tarde demais para voltar atrás. 

"- Eu vou fazer amor com você - Os lábios estavam tocando o lóbulo da orelha de Shelby novamente, destruindo qualquer pretensão de recusa. - E toda vez que você ouvir a chuva, vai se lembrar de mim."

- Passei momentos maravilhosos ao lado de Alan e Shelby. Ambos são donos de personalidades fascinantes e é impossível não rir com seus diálogos inteligentes e espirituosos. Existiram cenas que até mesmo me fizeram gargalhar. Foi realmente uma leitura que valeu cada instante e que amaria fazer de novo. 

Embora a política seja todo o problema para o relacionamento entre eles não dar certo, os dois são tão incríveis que tornaram tal obstáculo facilmente ultrapassável durante boa parte do livro. Eram maduros, um tanto loucos quando queriam (principalmente a Shelby!rsrs) e sabiam bem o que desejavam da vida. Apenas na reta final é que a profissão do Alan pesa de verdade, mas não é nada que não possa ser vencido pelo amor que se desenvolve entre eles. Claro que derramarão algumas lágrimas e gritarão um com o outro, mas assim são os relacionamentos. :) O final feliz neste livro já era garantido. A autora só precisava de uma pitada de drama para movimentar um pouco as coisas.rsrs

"Por enquanto, vamos aproveitar o que temos: um fim de semana chuvoso juntos. Não precisamos pensar no amanhã, Alan, quando temos muito do hoje."

- Destaque especial para o embate entre a Shelby e o Daniel, pai do Alan.kkkkkkkkk... Sempre que o Daniel aparece num dos livros eu vivo instantes de muita diversão. Ele é maravilhoso e merece um livro todo seu. Sou completamente apaixonada por sua personalidade e loucura e pela maneira linda como ele ama seus três filhos. Claro que ele é um intrometido cara de pau, mas é impossível não amá-lo.rs Considerando que a Shelby tem um temperamento muito parecido com o seu, já deve ser sua nora preferida. :D

- Eu amei muito o primeiro livro da série e embora tenha amado o segundo também, seguia considerando a história de Serena e Justin a minha preferida. Porém, depois de ler Orgulho e Paixão já tenho uma nova preferência... O terceiro livro agora ocupa o primeiro lugar no meu coração. Jogo de Sedução ficou com o segundo lugar.rs


Segundo a internet, os livros que fazem parte da série Os MacGregors são:

3- Orgulho e Paixão
4- Encanto da Luz
5- Hoje e Sempre (flashback do romance entre Daniel e Anna, os pais de Serena)
6- Rebelde (histórico!)
7- Um Mundo Novo (histórico!)
8- Instinto do Amor
9- Beijos que Conquistam
10- Amor Nunca é Demais
11- Um Vizinho Perfeito

Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

7 comentários:

  1. Eu amava ler os livros da Nora Roberts, tinha uma coleção toda só com aqueles com duas histórias juntas ahaha Não conhecia essa série MacGregor, mas fiquei muito curiosa pra ler o primeiro. Sua resenha foi tão completa e encantadora que acho que não vou ter outra opção ahaha

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada, querida! :)

    A série MacGregor é minha primeira experiência com a Nora Roberts. E estou amando! Acredito que você iria se apaixonar por essas histórias!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. OI Lu,
    Essa série da Nora ainda não conheço, recentemente li a trilogia Sina dos Sete e gostei bastante, vou incluir esse na lista.
    Nora é muito boa em romances e seus, apesar de se parecerem, ainda sim são sempre leituras deliciosas, ela faz alguma mágica porque depois de 4 leituras da mesma autora posso garantir que é impossível enjoar dela, ou seja, arsenal de Nora para pós leituras pesadas hahahahaha

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá, Kelly!

    kkkkkkkkkkk... Eu pretendo ler boa parte dos livros escritos pela autora. Não digo que lerei todos, pois são livros demais.kkkkkkk...

    Uma série que estou louca para conhecer e sempre adio é a série Mortal. O que me impede de começar essa série é o fato de ela ser enorme.rsrs

    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Ola, eu nunca li nenhum livro dessa autora, e não tenho essas vontade toda não. Mais gostei dessa resenha me deixou super curiosa para ler vou anotar a dica

    ResponderExcluir
  6. Oi Luna! Tudo bem?
    Tu sabe que o nome desse livro também é o título da atual novela das seis da Globo? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Adorei a proposta desse livro e a série como um todo parece ter uma ótima premissa, ^^. Dificilmente alguém não ouviu falar da Nora Roberts e suas intermináveis séries de livros.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Renata!

    Sim, eu sei.kkkkkkkkk... Não estou acompanhando a novela, mas muita gente está amando. Eu preferia que tivessem mantido o título de Orgulho e Preconceito, pois "casa" melhor com os livros da Jane Austen.

    A série dos MacGregors é realmente maravilhosa! :)

    Bjs!

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo