24 de maio de 2017

Se Eu Tivesse Poderes Mágicos... (Escrevendo sem Medo)

Tempo de leitura:

Se Eu Tivesse Poderes Mágicos... 


Voaria... Para qualquer lugar do mundo, do universo. Conheceria toda Terra e Céu. Seria uma águia e então um pisco-ruivo. Depois uma pomba. E até mesmo um corvo, tão mal julgado por muitos, mas belo como toda a Criação. 

Em alguns momentos, seria invisível. E então realmente conheceria quem acredito conhecer. Além disso, teria a vantagem de simplesmente sumir quando quisesse. 

Viajaria pelo tempo... por todos os séculos. Antes e Depois de Cristo. Observaria as diferentes culturas, diferentes amores e sonhos. Seria uma espectadora paciente e apaixonada. Ah, como seria maravilhoso viver todas as épocas! Nem que fosse por um só dia. Um instante. 

Voltaria no tempo... 17 anos atrás. E ao menos tentaria me impedir de perder a quem tanto amava. Quem ainda me faz imensa falta. 

Curaria meu coração... arrancaria cicatrizes que insistem em me marcar. Amaria de novo, de uma nova maneira, um novo alguém. 

Conheceria todas as bibliotecas do mundo. Leria um milhão de livros antes de morrer. E nasceria de novo... num novo milênio, numa nova História. 

Resgataria crianças, mulheres e outras pessoas presas, reféns das mais inimagináveis monstruosidades. E apagaria de seu corpo e memória as feridas deixadas por alguém dito ser humano. 

Se pudesse ter apenas um poder.... um único desejo... se me fosse dada a chance de alterar alguma coisa... acabaria com toda a maldade que se espalha com mais e mais força por este mundo. Destruiria o mal. E todas as pessoas apenas amariam. E, assim, já não existiria espaço nem semente para nenhuma maldade. Porque o mundo só saberia amar. Para sempre. 


Google Imagens


- Que utopia, verdade?!kkkkkk... Mas era para sonhar, não é mesmo? E sonhei. Muito. Enquanto escrevia este texto me permiti viajar. Querer. Esquecer tudo e realmente acreditar que tais sonhos são possíveis.rs 

Às vezes... penso que já perdi boa parte da minha esperança. Que já não acredito no mundo e nem nas pessoas. Muito menos na bondade de corações. Mas... quando vejo um bebê nascer ou uma criança sorrir... Quando vejo seres humanos ajudando desconhecidos sem esperar nada em troca, muitas vezes agindo longe de holofotes... Então volto a acreditar. Que, de alguma forma, em algum momento, este mundo vai ser melhor. Ainda que eu já não esteja aqui para ver. 

- Este é meu quinto texto para o Projeto Escrevendo Sem Medo. Escrevê-lo foi difícil pelo fato do tema me fazer pensar em muitas coisas. Eu quis deixar o texto o mais leve possível, pois teremos textos mais "profundos" nos temas de julho e setembro.rs 

Este projeto foi criado pela Thamiris do blog Historiar. Clique aqui para conhecê-lo melhor. 

Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo