11 de novembro de 2018

Pôr do Sol no Central Park - Sarah Morgan

Tempo de leitura:
(Título Original: Sunset in Central Park
Tradutor: William Zeytoulian
Editora: Harlequin
Edição de: outubro/2018)


Para Nova York, Com Amor - Livro 2


O amor da sua vida pode ser difícil de encontrar. Até mesmo quando está bem na sua frente. 

Após o grande sucesso do livro Amor em Manhattan, Sarah Morgan retorna às livrarias brasileiras com este romance que vai aquecer seu coração. 

Frankie Cole e suas duas melhores amigas inauguraram um negócio em Manhattan que está sendo um sucesso. Frankie é designer e ama trabalhar com paisagismo de jardins suspensos nos telhados dos arranha-céus da cidade. Entre amizades verdadeiras e um trabalho gratificante, ela tem tudo para ser feliz. 

Com o conturbado divórcio de seus pais e problemas com os relacionamentos da mãe, Frankie nunca deu muita atenção às relações românticas, preferindo focar em si e no trabalho. Ela conhece Matt, o irmão de sua melhor amiga, há anos, mas eles nunca tiveram nada além de amizade. Até que Matt descobre novas coisas sobre a mulher que pensou conhecer tão bem , e não quer passar mais nenhum dia longe dela. 

Matt sabe que Frankie se mantém segura por trás de sua barreira emocional, mas fará de tudo para superar os bloqueios e conquistá-la. 



Palavras de uma leitora...



"Algumas pessoas gostam de olhar para pinturas. Eu gosto de olhar para livros."

- Quem acompanha o blog talvez se lembre que em março deste ano o livro Amor em Manhattan me arrancou de uma baita depressão literária (existe isso?!) e se tornou um dos meus livros preferidos não só do ano, mas da vida. Eu estava muito triste, sem conseguir ler nada há dias e a história de Paige e Jake me arrebatou, me emocionando e me fazendo dar muitas risadas também. Sem mencionar a linda amizade existente entre Paige, Frankie, Eva e Matt. E que eu suspeitava que num dos livros que continuaria a série teríamos a história de amor entre Frankie e Matt, casal pelo qual eu já torcia muito, bem antes de eles perceberem seus sentimentos (Ok. O Matt já tinha percebido, só a Frankie que não.rsrs). Mas quando recebi Pôr do Sol no Central Park não poderia sequer ter imaginado o quanto este livro se tornaria especial para mim. Ainda mais querido que o primeiro! Suspiros...

Pense num livro delicioso, gente! Do tipo que te arranca risadas e te deixa com um quentinho no coração, uma sensação tão boa que você chega a se sentir leve e com imensa vontade de dançar. Sim!kkkkkk... Estou me sentindo assim. E é maravilhoso! Estava mesmo precisando de uma história tão linda como esta, que me fizesse acreditar. Simplesmente acreditar. 

- Frankie só tinha certeza de duas coisas em sua vida: que sempre poderia contar com suas melhores amigas e que nunca entregaria seu coração de bandeja para ser feito em pedaços. Relacionamentos lhe provocavam alergia. Os evitava como o diabo fugia da cruz e estava muito bem assim. Afinal de contas, uma pessoa não precisava de outra para ser feliz. A ideia de outra metade, alma gêmea era coisa para sua amiga Eva. Ela não acreditava em nada do tipo. Sabia que o fracasso do relacionamento de seus pais e todo o escândalo que sua mãe provocou na ilha em que viviam a tinham vacinado contra tolices como o amor. Isso até Matt decidir pôr em risco a sólida amizade que construíram.  

"Não acredito em contos de fadas. Sei que o Príncipe Encantado não existe. E só para deixarmos as coisas ainda mais claras, não acredito em amor verdadeiro, em felizes para sempre e em nenhuma dessas porcarias."

Fazia anos que ele se contentava em ser apenas o irmão da melhor amiga de Frankie. Um amigo sempre presente e nada mais. Mesmo que a amasse e quisesse construir uma vida ao seu lado. Conhecia a fobia que ela tinha de relacionamentos e não se sentia preparado para colocar em risco o pouco que tinha confessando o que realmente desejava. Porém, até mesmo a paciência dele possuía limites e estava cansado de ter apenas as migalhas do que ela poderia oferecer. Estava na hora de apostar, de mostrar a ela que nem todos os homens são iguais e que ele se importava. Que a queria. Não só para um caso passageiro, mas para ser a mulher da sua vida. 

- Tudo neste livro nos envolve. Você pode até acreditar que é mais um livro sobre romance entre amigos, mas é melhor pensar outra vez. Nada neste livro é semelhante a outros do gênero. Dá para percebermos ainda na primeira história quando temos a oportunidade de conhecer um pouco da Frankie e da amizade tão bonita que existe entre as três meninas. Ela tem um passado bem conturbado, do tipo que também te faria não confiar nos homens e em suas promessas. Tudo o que ela passou em casa e as consequências que isso provocou realmente são capazes de marcar a vida de uma pessoa. E o mais incrível é a força que esta protagonista tem. Ela não é uma pessoa amarga nem nada. É reservada, gosta de ter sua própria casa, seu espaço que ninguém que ame a própria vida gostaria de invadir (vez que ela é faixa preta em caratê) e é uma amiga maravilhosa, mesmo que não seja dada a sentimentalismo.rsrs É muito fácil gostarmos dela, sobretudo por ela ser tão louca por livros quanto nós (embora seu gênero favorito seja o terror, algo que não suporto.kkkkkkk). Frankie levava a própria vida muito bem, menos quando a questão era relacionamento amoroso. 

"Nunca em um milhão de anos ela entenderia os homens." 

Eu me sensibilizei muito com os problemas dela. Ainda que seja um livro leve e divertido, do tipo que nos provoca gargalhadas, ele não deixa de tocar em temas sérios e profundos, nos envolvendo por inteiro. A Frankie tinha inseguranças que trancava a sete chaves dentro de seu peito, tinha medos e segredos que nunca tinha dividido com ninguém. E vê-la confiando pouco a pouco no Matt é emocionante. Ela não era vulnerável, era forte como uma rocha, mas ainda assim queria se sentir amada, protegida, como qualquer ser humano. Saber que poderia confiar em outra pessoa, sem temer que esse alguém a decepcionasse e destruísse seu mundo. A Paige sempre terá um lugar especial no meu coração, mas a Frankie e a história dela me arrebataram. Se tornou minha preferida. :)

"As pessoas assumiam o risco continuamente. Saltavam mesmo sabendo que poderiam cair."

E isso antes de eu falar do Matt... Que homem, meu Deus do céu! Alguém como este mocinho é espécie ameaçada de extinção. Queria eu encontrar um homem assim no meu caminho!kkkkkk... Não teria a metade da resistência da Frankie, isso eu garanto!rsrs Protetor, compreensivo, divertido, do tipo que te escuta e te enxerga como pessoa e vê muito além do que você está preparada para mostrar. Além de ser extremamente sexy e charmoso. Ele é um pacote completo! Um homem que só uma pessoa surtada deixaria escapar, claro.rs A gente percebe o homem incrível que ele é ainda na história da Paige, com todo o amor que ele sentia pela irmã e como a protegia, estendendo seu carinho às amigas dela, sem segundas intenções, sem esperar receber algo em troca. Seu interesse pela Frankie é sincero, daquele tipo sólido, seguro, sabe? Ele estava ali para amá-la e respeitá-la, para ajudá-la no que ela precisasse, nunca desejando anulá-la e sim incentivando-a sempre a ir em frente. Isso é algo admirável não só nele, mas também no protagonista do primeiro livro: a forma como ambos os mocinhos respeitam muito as mulheres, sejam as protagonistas ou as outras personagens dos livros. Eles as enxergam. Acreditam nelas. Em seu potencial. Isso é algo tão bonito de ver nos livros quando estamos acostumadas a comportamentos tão cafajestes de alguns ditos mocinhos. Matt é maravilhoso. Seu amor pela Frankie toca um lugar sensível do nosso coração e nos faz acreditar até mesmo nos nossos queridos contos de fadas. Eu me senti muito bem com esse livro. De ficar com os olhos cheios de lágrimas de felicidade. Não queria que acabasse. O livro poderia ter o dobro de páginas que eu não me importaria. Devoraria as páginas com um sorriso no rosto. 

"Disse a si mesmo que, se fosse paciente, ela perceberia que não precisa de um lugar para onde fugir, pois nada a mantinha presa."

E estou mais do que ansiosa pela terceira história, quando finalmente leremos o romance entre a Eva e alguém (acho que é o tal Lucas Blade, autor dos livros que a Frankie lê). Ela é a mais sensível, romântica e sonhadora entre as três amigas. Enquanto a Paige é mais independente e focada no trabalho, e a Frankie é mais reservada e racional, Eva é a manteiga derretida. Que chora com tudo, que distribui carinhos e oferece sempre seu ombro para os amigos chorarem e desabafarem seus problemas. É uma mocinha do tipo que todos querem proteger e a única que acredita em contos de fadas. Ela sonha com um grande amor e merece muito isso. Só espero que o personagem do terceiro livro a valorize. Que seja tão homem de verdade como o Jake e o Matt. Porque se tem uma mocinha que merece um felizes para sempre essa é a Eva. 

"Você destruiu todos os obstáculos que ergui. Estar com você é estimulante, divertido. E tranquilizante, porque, pela primeira vez na vida, eu não estou guardando segredos."


*Este livro foi recebido em parceria com a editora Harlequin. E foi um dos melhores que recebi este ano!

Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

13 comentários:

  1. Olá!
    Ahh confesso que pulei alguns pedacinhos de sua resenha pois quero ler esse livro ainda esse mês.
    Amei Amor em Manhattan e pelo visto vou me encantar por Frankie e Matt. Saber que foi uma leitura surpreendente e emocionante me deixou ainda mais curiosa e ansiosa para iniciar a leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  2. Adoro livros que me arrancão risadas e deixa o coração quentinho, ainda mais quando tudo na trama nos envolve, como mencionou ser o caso do livro a ponto de se sensibilizar com os problemas da personagem. Recomendação anotada, quero descobrir o porque de ser o melhor recebido no ano.

    Beijokas.
    https://acabinedeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luna!
    Nunca tinha visto nada sobre esse livro e admito que não é um tipo de livro que costumo ler. Mas gostei de ler sua resenha e saber que a história tem um mocinho digno. Também não costumo gostar dos personagens cafajestes, que tratam mal as protagonistas. Dá pra ver que você realmente amou o livro, pois sua resenha está muito animadora. Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha!
    Eu não costumo gostar muito de romances assim "leves e divertidos", prefiro dramas, thrillers, terror, horror... Quando quero quero ler algo mais leve, prefiro um livro infanto-juvenil. Por isso, passo a dica, mas fico feliz que você tenha se divertido com essa leitura =)

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu! Pela primeira vez passei pulando pela resenha! Estou com esse livro na lista pra ler por esses dias, e sei como você escreve quando gosta de um livro.. Hahahahah Não quero quebrar o encanto da história! Mas já sei que vou gostar demais, porque já li alguns livros só pela sua paixão ao falar deles, e não me arrependi, que foram Norte e Sul e A verdade sobre amores e duques, que me encantou completamente! Então acho que vou ler esse mais rápido do que previa..

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  6. Oi, Luna.
    Eu adorei o primeiro livro e estou doida para ler esse também! Adorei seu comentário sobre ser uma história leve e ainda sim abordar temas profundos. Amo quando os autores conseguem tratar de temas importantes sem dar aquele ar de "textão de Facebook"!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Li a resenha do primeiro livro e fiquei morrendo de amores porque me parece ser um romancinho super divertido, do tipo que salva a gente de qualquer ressaca literária, nao sabia desse lançamento mas já quero pra ontem porque to precisando realmente de leituras mais leves.

    ResponderExcluir
  8. Oi Luna!
    Entendo disso de depressão literária e é muito bom quando a gente consegue achar um livro que nos tira dela e dá todo um animo para continuar lendo.
    O livro me chamou atenção pelo romance entre amigos não ser semelhante a outros do gênero. Sem falar que ainda é uma leitura leve e divertida! Tudo para me conquistar rs
    Esse livro parecer deixar aquele quentinho no coração e eu estou precisando de algo assim.
    Adorei sua resenha e a indicação está mais do que anotada.

    Beijos
    FLeituras

    ResponderExcluir
  9. Oi lindona, terminei de ler este livro essa semana e senti um misto de satisfação com decepção. Eu adorei o primeiro livro da serie e esperava muito deste aqui. Achei muito clichê e um clichê não bem desenvolvido, se é que me entende. Estou ansiosa pelo libro da Eva.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?
    Lendo a premissa, eu realmente achei que era uma comédia romântica como várias outras que encontramos. Fiquei super feliz em saber o quão diferente é esse livro e o quanto te tocou. Adorei saber também que ele aborda tão bem e de uma forma tão verdadeira a amizade das meninas. Saber que este foi ainda mais especial que o primeiro só me deixou ainda mais ansiosa pela leitura. Adorei demais sua resenha ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu já li Amor em Manhattan e gostei muito, amei o perfil das três amigas e estou bem animada para ler esse segundo livros, ainda mais sabendo que você gostou. A protagonista é bem diferente do que eu costumo ler, e estou curiosa para ver como o mocinho vai lidar com ela, mas confesso que estou ainda mais curiosa para conferir o livro da Eva.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Aí. Da não tive a oportunidade de ler esse livro e nem o anterior. Mas só pela sua resenha, consegui sentir o aquecer no coração ♥
    Fiquei bem curiosa para saber mais, já anotei os dois aqui né minha lista.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Que resenha instigante. Eu comecei a ler "Amor em Manhattan" a vários meses atrás e na época não consegui me ligar muito na história, o que me levou a deixar a história de mão. Recentemente recebi "Pôr do sol no central park" e pretendo ler ambos ainda este mês, seu texto despertou um desejo imediatista de concluir o primeiro só para poder pegar este para ler.

    Abraços!

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo