10 de dezembro de 2019

As Regras da Sedução - Madeline Hunter

Tempo de leitura:
Literatura norte-americana
Título Original: The Rules of Seduction
Tradutora: Teresa Carneiro
Editora: Arqueiro
Edição de: 2013
Páginas: 272
Série Os Rothwells - Livro 1

Sinopse: Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado - um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. 
Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden.
Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar. 
O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo.
Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.



Esta capa acima é da edição que eu possuo, mas eu não li o livro físico (apenas os cinco primeiros capítulos) e sim o ebook, pois estava doente e não conseguia ler com a luz do quarto acesa, o que me fez apelar para a edição digital. No ebook, que adquiri pela Amazon, a capa é totalmente diferente:


Esta segunda capa combina muito mais com a protagonista do livro, que definitivamente não é loira como a da primeira capa. Deve ter sido esse o motivo para a editora ter mudado a capa, sei lá!rs

Mas vamos ao que realmente importa!

Como eu disse, li o livro quando estava doente, com uma forte gripe, e a leitura deste romance foi como um sopro de ar puro (estou um tanto poética hoje.rs), que aliviou bastante os meus dias de febre e dores de cabeça. Fazia um certo tempo que eu não pegava um romance para ler e sentia muita falta. 

Nele temos como protagonistas Alexia e o lorde Hayden, cada um com seu próprio passado de sofrimento. Ela, após perder tudo quando da ruína do pai, pediu para um primo, com quem não tinha laços próximos, para recebê-la em sua casa e tornar-se responsável por ela. Para sua surpresa, Benjamin concordou e, daquele momento em diante, ela se tornou parte da família dele... até a sua morte, quando as coisas sofreram certa alteração. 

Enquanto para Benjamin, Alexia era alguém importante, que ele não se incomodava em sustentar como fazia com suas irmãs, para Timothy, que se tornou responsável pela família após a morte do irmão mais velho, ela não passava de um estorvo, uma parente pobre que ele se ressentia por ter que cuidar. Não a queria em sua casa, mas não podia jogá-la na rua. Assim, simplesmente passou a não mais beneficiá-la como seu irmão fazia, deixando claro qual era a posição que ela ocupava naquela casa e que não teria os mesmos privilégios que as irmãs dele. 

Embora ficasse magoada pela diferença no tratamento que passara a receber, o que mais doía em Alexia era não ter mais Benjamin ao seu lado. Com o convívio e o jeito extrovertido e inconsequente dele, ela se apaixonara, um amor que acreditava ser correspondido. Se Benjamin não tivesse morrido no mar, eles estariam casados. Tudo seria diferente. 

E as coisas realmente se transformam quando, num belo dia, quatro anos após a morte do homem que ela amava, lorde Hayden aparece na residência de Timothy anunciando uma nova desgraça... 

"Fechou os olhos e se perguntou quanto tempo demoraria até que Hayden Rothwell a jogasse no olho da rua."

Sem ter para onde ir ou como se sustentar, Alexia se vê mais uma vez na posição de vulnerabilidade do passado e precisa pesar as suas opções. É quando o homem que arruinara toda sua vida lhe oferece um emprego... e embora o ódio queimasse em seus olhos sempre que era obrigada a encará-lo, não podia se dar ao luxo de recusar. Ser dama de companhia da tia dele e preceptora de sua prima. Não seria tão ruim... se ele não insistisse em cruzar o seu caminho a todo o momento...

Pode o amor surgir do desejo, quando tanto ódio e ressentimento marca essa relação?!

"- A quarta opção é me tornar cortesã. Há quem diga que uma mulher deveria preferir morrer de fome a isso, mas suspeito que essas pessoas não tenham de fato se visto diante dessa necessidade, como talvez aconteça comigo."

Eu gostei muito da construção deste romance, por ele ser, em diversos aspectos, mais realista. Aqui temos uma mocinha que vê as coisas como elas são na época em que vive. Sabe que é uma mulher sozinha, com quase vinte e seis anos, e que por não ter o padrão de beleza esperado ou uma fortuna, e tampouco ser jovenzinha (já é inclusive vista como solteirona), as chances de se casar são mínimas. Como o pai de seu primo teve participação na ruína de seu pai, ela resolve pedir que ele a receba em sua casa, mas quando ele morre, ela mais uma vez tem que engolir o orgulho para, pelo menos, ter o que comer, já que vivia de favor na residência que agora era de Timothy. 

Só que, por conta de crimes cometidos por Timothy enquanto banqueiro, e de tais delitos terem sido descobertos por Hayden, Alexia acaba ficando sem nada outra vez, já que a família vai à falência e o primo de modo algum continuaria a sustentá-la, quando tinha duas irmãs para manter. Sentindo um ódio profundo em seu coração contra Hayden, ela então pensa em suas alternativas. Nascera para ser uma dama, mas perdera tudo. Sua primeira opção era ser preceptora, por mais infeliz que isso viesse a torná-la. Mas por não te referências, poderia não conseguir o emprego, o que a levaria a sua segunda opção: trabalhar vendendo chapéus, uma vez que tinha talentos para criá-los. Era um trabalho humilhante para a filha de um cavalheiro, mas era uma forma digna de se sustentar. Todavia, se tais empregos não dessem certo, então viria a terceira opção: se tornar cortesã, algo que a desonraria, mas que também a impediria de morrer de fome. Eu gostei disso na Alexia, em como ela estava disposta a sobreviver como fosse preciso. Ela encararia as coisas de frente, não desistiria. Faria o que fosse necessário para viver. 

Ela era uma mistura muito interessante, porque ao mesmo tempo que era sim uma dama de sua época, criada segundo determinados costumes e cheia de orgulho, era também uma mulher com muita força, disposta a sobreviver num modo governado por homens, quando as opções para uma mulher desprotegida eram pouquíssimas. 

E, então, temos Hayden. Que surge como um príncipe num cavalo branco para salvá-la... Bem... Não exatamente

"Raiva e orgulho se estamparam em seu rosto. Não ouse ter pena de mim, expressou uma olhada rápida. Você mais do que todos os homens não tem esse direito."

Por desconhecer os reais motivos por trás da falência do primo, Alexia culpa Hayden pela ruína daqueles que ela considera sua única família. Assim, desde o começo, há muito ódio e ressentimento entre os dois. E isso é bem real no livro. Não é aquela coisa dos personagens dizerem que se desprezam e nós sabermos que é mentira. Não. A Alexia realmente despreza o Hayden, sentimento que não é mútuo, já que ele não tem nada contra ela. Nem mesmo o desejo que ele desperta nela modifica os seus sentimentos. Mesmo quando se entrega à paixão, Alexia segue guardando mágoas e demora para amá-lo. Eu gostei muito disso. Porque foi convincente a forma como tudo se desenvolveu e o amor ter demorado a surgir. Ele a ama primeiro e percebemos isso com facilidade, por tudo o que ele suporta e faz por ela. Mas ela precisa resolver várias questões interiores para só depois se permitir amá-lo. 

Eu li algumas críticas ao livro e não concordo de modo algum com elas. É minha primeira experiência com a escrita da autora e foi muito agradável. A história fluiu muito bem, sem se tornar cansativa em momento algum e até os personagens secundários foram bem construídos, com destaque para uma espécie de "vilão" que eu não posso mencionar para não dar spoiler. 

O mocinho da história, meu querido Hayden, foi trabalhado com todo o cuidado pela autora, o que o tornou um personagem muito consistente, com bastante profundidade. O passado dele não nos é revelado com todas as letras logo de início, mas sim ao longo da narrativa e entendemos muitas das suas decisões e reservas. É triste a vida familiar que ele teve, por conta de um pai cego pelo ciúme e que marcou profundamente todos os filhos, mas principalmente o Hayden. Esse passado vai pesar muito na decisão que ele tomará no final do livro e isso para mim foi sensacional. Ele tinha tudo para ser um homem amargurado e repetir os mesmos erros que o pai, mas escolheu ser diferente. É lindíssima a atitude dele no final da história. Se eu já não o amasse antes teria amado naquele momento. É um mocinho que não acreditava no amor, mas que entendia mais de amor do que muitas pessoas. 

"Não estava acostumado a ter alguém em seu coração. A pior coisa no amor era que não oferecia certezas absolutas, nem mesmo quanto à sua duração."

É uma história que recomendo para todos que amam romances de época!

Estou ansiosa para ler o terceiro livro da série, Jogos do Prazer (poderiam ter escolhido um título melhor, claro!), que contará a história de Roselyn, prima de Alexia, e uma personagem que chamou muito a minha atenção neste livro. Eu li a sinopse da história dela e parece que as coisas serão intensas. Estou com um pouco de medo de chorar pela personagem. :( 

O segundo livro, Lições do Desejo, trará a história de uma amiga da Alexia e de um dos irmãos do Hayden (Elliot), um historiador renomado, que publicou vários livros. 

Já o quarto (e até onde sei, último) livro da série é Segredos de um Pecador, que nos trará a história de Christian, o irmão mais velho e misterioso do Hayden. Este é um personagem que me fascinou e também estou ansiosa para conhecer sua história. 


Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

13 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Não conhecia esse livro ainda, mas fiquei bem curiosa para ler, pois parece ser um romance de época brilhante! Adorei tua dica e resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Olá..
    Adorei a sua resenha!
    Ainda não conhecia a obra em questão, mas pelos seus comentários pude perceber que com certeza é um livro que me agradaria, pois, ultimamente ando gostando muito de romances de época! A premissa é bem legal e, é claro, já anotei a sua dica!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. OI TUDO BEM
    amo romances de epoca inclusive tenho esse e outros da autora mas ainda não LI parece um romance otimo e quero logo conferir
    sei que voce tem inumeros livros para ler mas vou ser atrevida e vou indicar um romance de epoca de banca que li há tempos e gostei muito é um dos meus romances de epoca preferido O
    livro é PAIXÃO ATREVIDA da DEBORAH RALEIGH talvez voce já tenha lido
    EU fui lendo a sua resenha e não sei exatemante porque mas bateu a vontade de indicar esse livro para voce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eliane!

      Esse livro é muito bom, tem um romance de época mais realista e acho que você vai gostar muito de ler.

      Muito obrigada pela indicação, flor! Já vou colocar na minha lista! Eu já li livros dessa autora, muitos anos atrás, e lembro de ter gostado muito das histórias dela. Mais uma vez muito obrigada! :)

      Bjs!

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? Realmente a segunda capa é mais bonita, mas em relação a história, não é um gênero que eu gosto. Estou explorando aos poucos, mas vou anotar a dica também, vai que eu me apaixone pelo gênero hahah

    ResponderExcluir
  5. Eu já li a série completa e gosto bastante dessa autora. Acho que esse é o meu preferido da série, gosto da narrativa é dos personagens. Queria que as editoras trouxessem mais livros da autora para o Brasil. ♥️

    ResponderExcluir
  6. Oi, Luna.
    Eu adoro um bom romance de época e já tive o prazer de ler algumas histórias da autora!
    Infelizmente ainda não li nenhuma dessa série, mas estão na minha lista de desejados há um bom tempo! Adorei saber sobre as suas impressões e também saber que você está animada para ler os outros livros da série!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Olá! Amo esse tipo de leitura, com a personagem principal forte, apesar de sofrida! Poxa... e quanto sofrimento! Já não bastava perder tudo uma vez, mas ir morar com alguém e a pessoa também se dar mal!? Ainda não conheço a escrita da autora, mas confesso que tenho curiosidade em ler algo dela e possivelmente começarei por essa trilogia. Adoro mocinhos com histórias profundas e bem construídas, acho que esse romance tem o que precisa para ser um ótimo livro. Vou ler! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Luna!
    Eu não conhecia essa série nem a autora, mas como não costumo ler romances históricos, é normal isso acontecer.
    Pelo mesmo motivo, dificilmente me interesso por histórias do gênero e ainda não rolou isso com esse.
    Mas fico feliz que tenha gostado da leitura.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/2019/12/resenha-mulher-com-olhos-de-fogo-um.html

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Sou louca par ler algo da autora e como uma boa apreciadora de romances quero esse na minha lista. A premissa da história por mais clichê que seja chama muito minha atenção. Fico feliz em saber que todos os personagens são muito bem construidos.

    Não vejo a hora de fazer a leitura.

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Li esse livro ano passado e adorei esse enredo. Senti falta de um pouco de humor no enredo, o que é comum nos livros do gênero, mas ainda assim adorei a história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Antes de ler esse livro, eu li outro da mesma autora e me decepcionei bastante, aí estava com medo de não gostar desse também. Porém, fui arrebatada por essa história. Gostei muito dos personagens e da construção do romance.
    Adorei conferir sua resenha e fico feliz que você tenha gostado da leitura também. Fiquei curiosa para saber quem será o mocinho do livro da Roselyn, mas vou querer ler o segundo antes.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi,Luna! Eu acho que essa série é de 5 livros... Não lembro o nome agora, mas ainda acho que é 5... rs Eu li alguns livros dessa autora e são mesmo muito bons, tem aquela dose de romance, mas sem aquela coisa mais água com açúcar que estamos acostumadas com romances de época. rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo