4 de março de 2020

Conto com o carinho de vocês...

Tempo de leitura:
Mesmo diante da tempestade e do mar agitado, eu confio em Deus.


Olá, meus queridos!

O ano mal começou e tanta coisa já aconteceu... Tem sido bem difícil, mas venho me mantendo forte, pedindo ajuda a Deus. E me refugiando no blog que faz parte da minha vida há dez anos e é o cantinho para o qual sempre pude correr nos momentos de dificuldades, para aliviar meu coração. 

Desde 2007 que eu compro livros. Era uma adolescente ainda, uma estudante. Naquela época, juntava todos os dias o dinheiro que minha mãe dava para o lanche e na sexta-feira (de cada semana) comprava pelo menos um livro de banca. Qualquer dinheiro que eu tivesse era para livros. Qualquer presente que alguém fosse me dar já sabia que deveria ser livro. Todos que me conhecem sabem o quanto eu sou apaixonada pela literatura. 

Nunca me importei com coisas materais. Maquiagem, roupas, celular, qualquer coisa do gênero. Sempre vi como coisas que precisava usar, mas que não me enchiam os olhos, nunca liguei para nada disso. As únicas coisas materiais que me importavam eram os livros. Nos livros há magia, esperança, conhecimento, amor, empatia... Os livros nos fazem bem. Nos fazem crescer como pessoas, como seres humanos. São indispensáveis. E eu passei todos esses anos (desde 2007) adquirindo livros. Ganhei muitos livros, mas também comprei a maioria deles. 

Ano passado comecei a trabalhar o desapego. Entender que eu não precisava de todos os livros que tinha, até porque existia uma parcela de livros que eu tinha lido e nunca mais voltaria a ler, poderia passá-los adiante, para que outras pessoas tivessem a chance de lê-los e por isso doei muitos livros em 2019, ao todo foram 76. Sabia que em 2020 desapegaria de mais alguns livros e os reservaria para doação. Seria algo espontâneo, pelo prazer de saber que outras pessoas iriam lê-los. Mas aí vieram as chuvas dos dias 29 de fevereiro e 01 de março. 

Essas chuvas causaram um estrago enorme na minha casa. Algo que ninguém aqui esperava. Um verdadeiro pesadelo. Só Deus sabe quantas lágrimas eu já derramei, mas é Ele também quem tem me dado forças para seguir em frente, para suportar e não desistir. Nessas chuvas eu perdi 67 livros de banca, o que foi como uma facada no meu coração. Ver as chuvas destruí-los foi insuportável. Não desejaria uma dor assim nem para um inimigo. Com a água das chuvas se foram os livros que eu comprava na minha época do colégio. Livros que me iniciaram como leitora. Livros que eram especiais para mim, que continham uma parte da minha história. Não eram simples papéis. Eram importantes demais para mim. Algo irrecuperável. E eu preciso aceitar isso. 

Como eu não suportaria que outra chuva como aquela destruísse os livros que tinham me restado, peguei 77 livros de banca que não chegaram a ser atingidos pela enchente e os doei. Fiquei apenas com 17 livros de banca para recordação. 

Embora nenhum livro de livraria tenha chegado a se perder na chuva (os livros de banca ficavam dentro do baú, os de livraria na estante e no armário), a experiência de perder os de banca me fez decidir separar vários de livraria e doar. Deles saíram 70 livros, destinados em sua maioria para a biblioteca pública, algo que conforta meu coração, imaginar que muitas pessoas poderão lê-los. Este é meu único consolo. 

Ainda tenho muitos livros aqui em casa e vários deles não foram lidos. Isso não diminui a dor causada pelos que perdi, mas me conforta, porque ainda estou rodeada de muito amor, de muitos amigos. Os livros são grandes amigos na minha vida, são parte de mim. Se estou rodeada por eles, então estou bem. 

Se estou triste? Muito. Meu coração está ferido. Mas sei que vou ficar bem. Precisarei apenas passar por todo esse processo que vem quando perdemos algo importante. Logo me recuperarei. 

Não pararei de ler. Não pararei de fazer resenhas, de compartilhar com vocês o meu amor pela literatura. Por onde quer que eu passe sempre falarei de livros. Só deixarei de incentivar a leitura, só deixarei de falar de todo esse amor, quando morrer (e talvez até depois da morte eu continue falando de livros, né?rs). Falarei de livros até meu último suspiro, queridos. 

O que pode acontecer é durante algum tempo eu não conseguir ler e resenhar com a mesma frequência de antes. Este mês ainda não iniciei nenhuma nova leitura, pois passei os últimos dias lidando com os estragos da chuva, limpando a casa, jogando fora algumas coisas que foram perdidas. Mas em breve me reorganizarei e trarei novas resenhas. 

Hoje ainda passei por um outro desgosto. Com uma pessoa da minha família, que já é especialista em me decepcionar. Eu já deveria estar acostumada, mas depois de tudo o que passei nos últimos dias, tudo o que definitivamente não precisava era de uma nova decepção e uma tão grande assim. Foi mais um golpe no meu coração, mas minha vida está nas mãos de Deus. Sempre esteve e sempre estará. Enquanto Ele estiver no controle de tudo e me sustentando em suas mãos, eu vou conseguir seguir em frente. E tenho o amor da minha mãe, da minha irmã, da minha tia, dos meus priminhos (que sempre considero os meus anjos) e de todos vocês que sempre me apoiaram e me presentearam com tanto carinho, com palavras sempre tão lindas e que me fazem sorrir. Esse amor é muito importante para mim. Conto com o carinho de vocês, com toda essa luz e energia positiva que sempre me enviaram. Agradeço muito por tudo, queridos. O blog não existiria há tanto tempo se não fosse por vocês. 

E só imploro que peçamos juntos por aqueles que foram ainda mais prejudicados pela chuva. O que perdi não é absolutamente nada perto do que tantas pessoas perderam. Existem pessoas que perderam tudo o que tinham nas chuvas. Existem pessoas que perderam até mesmo a vida. Aqui no RJ quatro pessoas morreram vítimas das chuvas. É muito triste, gente. Em São Paulo já são mais de vinte mortes. Peço a todos que, independentemente de qual seja a religião, mesmo quem não tenha religião, que implorem para que isso pare. Eu peço a Deus que tenha misericórdia. Que faça essas tragédias pararem. 

Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

5 comentários:

  1. Ola Luna
    vou começar meu comentario com uma frase biblica que e assim Tudo posso naquele que me fortaleçe
    A fé em Deus é a força que me mantem de pé perante as adversidades da vidav
    Foi com um aperto no peito que terminei de ler o seu post
    e quero deixar meu sincero voto de que voce consiga superar esse momento
    Mas Gratidáo por voce nao ter perdido parentes nesses dias de intensa chuva porque doi muito quando vejo tantas pessoas que perderam a vida nessas chuvas
    livros vem livros váo
    E voce ainda nos ensina a liçao do desapego Como eu preciso aprender a ser desapegada !
    Acima de tudo tenha fé nao deixe que ninguem tire a sua alegria de viver
    Logo as coisas vao voltar a sua normalidade com as Graças de Deus
    um abraço fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eliane!

      Se não fosse Deus, eu certamente não aguentaria. Cada dia tem sido bem difícil, mas estou confiando nEle.

      Muito obrigada por todo seu carinho, flor. Suas palavras sempre provocam uma sensação boa no meu coração. Muito obrigada mesmo!

      Bjs!

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Menina, essas chuvas foram uma tragédia mesmo, tenho acompanhado na internet e você não é a primeira a dizer que teve diversos livros estragados, que tristeza! Mas tenha fé, que logo tudo ficará bem.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Eu não sei nem o que dizer, só sentir com tudo o que li :( Luna, eu te desejo somente coisas boas! Espero que você encontre toda a força que precisa para continuar lutando. Agarre-se em sua fé e mantenha isso vivo em você, pois é o que precisamos em momentos como esse. Fico feliz em saber que o blog é um excelente refúgio para ti e espero que ele consiga te ajudar, mesmo que um pouquinho, com essa sua dor.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo