30 de abril de 2010

Verão Vermelho - Charlotte Lamb

Tempo de leitura:
Quantas lágrimas derramadas à toa, durante um ano inteiro, tentando esquecer Nick! Quantas noites maldormidas, o corpo febril rolando pela cama vazia, ansiando pelo calor de Nick, pelo amor que eles faziam com tanto ardor... Não, agora Claire não podia mais ceder. Embora ainda vibrasse de paixão, embora todos os seus instintos a atirassem para os braços dele, Claire precisava resistir. Porque Nick Waring não pertencia a ela, mas àquele trabalho perigoso que o arrastava para longe. E a ela restaria apenas a tortura de, noite após noite, esperar que o trouxessem morto para casa!


Era uma relação complicada em que um dos dois teria que ceder: Claire ou Nick. Mas quem seria?

Será que Nick não entendia que a estava matando trabalhando como jornalista? Ele viajava para todos os cantos perigosos do mundo e ela tinha que esperar pacientemente e calma que ele voltasse ou que alguém lhe desse a notícia que ele havia morrido... Como viver assim?... Foi por isso que quando ele voltou já não encontrou sua querida esposa em casa. Ela havia partido  e para sempre.

 Nick aceitaria esse fim? Claro que não! Ela não o jogaria no lixo como se  já não servisse... Recuperaria-a de quaqluer forma.

Uma leitora que se envolve profundamente com as histórias que lê, que é apaixonada por músicas, filmes... uma romântica incurável.Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo