29 de dezembro de 2017

Retrospectiva 2017 - Melhores do Ano

Tempo de leitura:


O ano de 2017 foi desafiador para mim. Além de apostar no Desafio 12 Meses Literários, Projeto Escrevendo sem Medo e na Maratona Literária de Inverno, eu me decidi por leituras que imaginei que não encararia nem tão cedo. Tive coragem de arriscar, de sair um pouco da minha zona de conforto e foi algo que deu muito certo. Não é à toa que já preparei desafios ainda maiores para 2018. :D

Ao todo:

- li 24 contos (tendo resenhado 20 deles);
- li 42 livros (43 se contar a leitura que estou finalizando hoje);
- dos livros lidos 8 foram clássicos e 5 foram nacionais (compare com os anos anteriores e perceberá que é um avanço e tanto);
- assisti 24 filmes, acompanhei 5 séries e 3 novelas (uma delas tendo chegado ao fim, que foi Ezel).

Foi um ano bem produtivo, embora eu não tenha cumprido as Minhas Metas de Leituras 2017. Isso porque muitas das leituras que fiz não faziam parte da meta, foram escolhas de momento.rs

E agora é hora de conhecer as melhores leituras deste ano! Que livros me marcaram? Quais levarei por toda a vida? Quem acompanha o blog sabe que é regra eu escolher os 12 melhores de cada ano. Todavia, na hora de selecioná-los não deu lá muito certo. Alguns livros importantes teriam que ficar de fora. Foi aí que acessando o blog Sempre Romântica e vendo o seu post de Destaques do Ano, eu tive a ideia de fazer uma lista semelhante, pegando emprestadas algumas das categorias dela. Assim as escolhas seriam mais justas, não deixando de fora nenhum livro especial. :)


Melhores do Ano por categorias



Melhor Romance Contemporâneo


"- Tudo - sussurrou ele antes de se virar para o vidro. - Droga, ela é tudo para mim."

- Esta foi minha primeira experiência com a Nora Roberts. Sempre tinha ouvido falar muito bem da autora, sabia que ela era a querida de muitos leitores, mas nunca tinha apostado em seus livros. Todavia, depois de Jogo de Sedução eu fiquei mais do que louca para ler seus demais livros. Necessito desesperadamente conhecer o resto da série!

Justin e Serena formam um casal divertido, intenso e forte. Ambos sabem o que querem e vão atrás disso. Embora sintam certa insegurança no que se refere aos relacionamentos amorosos, têm a coragem necessária para colocar as cartas na mesa e arriscarem com tudo o que podem. Não poderiam ficar de fora desta lista!


Melhor Romance Histórico 


"- Você e eu... - então interrompeu sacudindo a cabeça. - Não é a hora certa para nós.
Ela ficou de costas outra vez, colocando o braço sob o rosto.
A hora, o lugar, a vida."

- Eu sequer sei como falar desta história sem que uma confusão de sentimentos tome conta de mim. Foi uma das leituras mais impactantes, que me deu um soco no estômago, que me deixou no chão. A história se passa durante a 2ª Guerra Mundial e só isso já lhes dá uma ideia das situações que encontramos na história. Tudo é muito doloroso, forte, insuportável. As milhares de mortes causadas não só por bombas, mas sobretudo pela fome, pois os alimentos não conseguiam chegar às cidades cercadas pelos soldados inimigos. Pessoas morriam caminhando pelas ruas de tão fracas que estavam. Se ilude quem pega este livro para ler acreditando que encontrará apenas uma bela história de amor, que sobrevive a todos os obstáculos. Não. Aqui você encontra miséria, desumanidade, realidades de uma guerra que marcou para sempre o mundo. Há romance, é claro. Um lindo e complexo romance, mas também há realidade, um excelente conteúdo histórico. 


Melhor Romance Nacional


"- Me escolha. [...]
 -  Não me pertença, me escolha. Me deixa ficar do seu lado."

- Como li 5 livros nacionais num só ano (um avanço e tanto, como eu disse.rsrs) posso me dar ao luxo de escolher um preferido. E não existia livro melhor para ocupar este lugar! Dante e Luna mais do que me apaixonaram com o relacionamento tempestuoso e divertido que viviam. Ela é super pirada e ele um cara meio durão, distraído (não sabia o nome da própria funcionária!), mas que com o tempo nos mostra que é bem mais do que aparenta ser. Que é um mocinho irresistível, necessitando arrumar os cabelos e endireitar os óculos, claro.kkkkkk... Eu amei cada momento com esta história! Eles me divertiram demais, sem que fosse uma comédia clichê, óbvia. Foi uma leitura deliciosa e já me sinto capaz de escolher leituras da Carina por simplesmente levarem seu nome, como faço com outros autores nos quais confio. 

Melhor drama


" - Às vezes as pessoas guardam as coisas para si. Até mesmo as pessoas mais próximas da gente. Nunca se consegue conhecê-las de verdade."

- Nossa! Minha história com este livro é longa, de anos atrás. Mas foi somente este ano que consegui lê-la já sabendo que ela me marcaria profundamente. Um dos melhores dramas que li em toda minha vida. Que nos faz entrar na vida dos personagens, entendendo suas histórias, suas escolhas, sendo bombardeados por um amor e acontecimentos que tempo algum seria capaz de apagar. Foi impossível odiar a Noelle, impossível não sentir compaixão, não entender o que a levou a fazer tudo o que fez. Se vocês me vissem... estou chorando só de lembrar do livro!kkkkkkkk... Não dá para falar dele. Simplesmente não dá. 


Melhor livro epistolar 


"Eu devia ter lhe contado. Devia tê-la ensinado a proteger seu coração. Ensinado que uma carta nem sempre é apenas uma carta. As palavras na folha são capazes de inundar a alma. Ah, se você soubesse..."

- Este foi um ano de grandes leituras. De conhecer autores especiais, livros inesquecíveis. Querida Sue... O que falar desta história? Ela superou qualquer expectativa que eu tivesse, me transportou para outro mundo, uma época distante, onde as conversas ainda aconteciam por cartas, em que cartas eram capazes de aproximar pessoas de lugares e vidas bem distintos uns dos outros. Guardo com enorme carinho este livro em minha estante e meu coração. Se tivesse que sair apressadamente de casa e só pudesse carregar comigo cinco livros, ele estaria entre eles. 

Por que colocá-lo na categoria de melhor livro epistolar? Você leu mais de um? Sim, embora nunca antes tenha lido um livro escrito em forma de carta, todo narrado em cartas, este foi um ano em que tive mais de uma experiência do tipo. Ele caberia perfeitamente em diversas outras categorias desta lista, mas quis destacá-lo assim. 



Melhor Livro Escrito em sua Época


"[...] ela nunca sentira tão sinceramente que podia amá-lo quanto agora, quando todo amor já era em vão." 

- Esta foi uma das minhas melhores apostas do ano. Adiei a leitura por séculos e depois me arrependi amargamente por não ter dado uma chance ao livro antes. Este livro ainda carrega todo o peso de ter sido aquele que abriu a porta para que eu arriscasse a leitura de outros clássicos este ano. Como eu disse, foram 8 clássicos, gente! Algo inacreditável, pois eu geralmente não lia um sequer por ano. E se contarmos os contos que também são clássicos, o número de leituras aumenta. Culpem Elizabeth e o Sr. Darcy por isso! :D 



Segunda Guerra Mundial


"Eu poderia passar horas contando a você o sofrimento trazido pela guerra, mas só ficaria ainda mais infeliz. Só podemos esperar, com toda a calma possível, que ela acabe. Judeus e cristãos esperam, o mundo inteiro espera, e muitos esperam a morte."

- Que me lembre, este ano li três livros que se passavam durante a Segunda Guerra Mundial e embora todos os três tenham me marcado, nenhum foi como O Diário de Anne Frank. Porque eu "vivi" com esta menina seus últimos anos, seus sentimentos, sua dor, sua esperança... Anne existiu. E ela foi assassinada. Mais uma entre os bilhões de mortos por Hitler. Uma adolescente cheia de vida, de dilemas de sua idade, de fé, sonhos... Queria ser escritora. Amava ler e escrever e dividiu conosco seus pensamentos mais profundos e parte do que foram seus últimos meses escondida no Anexo Secreto, antes que sua família fosse traída e capturada pelos soldados de Hitler. As páginas do seu diário ficaram espalhadas pelo chão, testemunhas de uma época terrível, tudo o que restou daquela menina. 


Melhor Clássico 


"Quem deixaria de estremecer pensando nas desgraças que pode causar uma só relação perigosa!"

- Depois de O Morro dos Ventos Uivantes, é o clássico que mais me marcou na vida. Eu o li emprestado de uma biblioteca pública, mas assim que devolvi o livro, fui até a livraria mais próxima atrás dele. Só para vocês terem uma ideia de como eu necessitava ter o livro comigo. 

A história é obscura, nos mostra o lado mais vil dos seres humanos, os jogos de poder, de manipulação. Mas é uma história que se crava dentro de nós, que fica como uma cicatriz. Que não conseguimos esquecer. Será para sempre um dos meus livros preferidos. 



Melhor Suspense


"Às vezes encontramos pessoas cuja bondade inata nos atinge como um raio de luz quase ofuscante. Mas outras vezes deparamos exatamente com o oposto - alguém cuja mera presença nos asfixia, nos encobre com uma pesada nuvem de putrefação e de sangue."

- Harlan Coben é um dos mestres do suspense. Seus livros sempre me enlouquecem, gente!rsrs Devoro cada página, com o coração disparado, as mãos geladas, ansiando e temendo o que vem a seguir, ao virar de cada página. Com Desaparecido para Sempre não foi diferente. E este se tornou um dos meus livros preferidos do autor. Foram tantas reviravoltas... tantos segredos revelados. Nunca desejaria estar na pele daqueles personagens. 



Recorde de lágrimas


"Mais tarde, ao pensar nessa noite  - e pensaria nela muitas vezes, nos meses e anos seguintes: o momento decisivo de sua vida, em torno de cujos instantes sempre giraria todo o resto -, o que lembrou foi o silêncio da sala e a neve caindo lá fora, ininterrupta."

- Não chorei apenas "para fora" durante a leitura deste livro. Maiores foram as lágrimas internas, a sensação de estar sufocando, a angústia intensa. Foi um dos livros que mais me arrancou da zona de conforto. Tudo o que se passa... As escolhas sem volta, os anos de erros e mágoas, as pontes que os personagens destruíram com suas próprias mãos, os muros impossíveis de derrubar. Eu fiquei esgotada, gente. O livro acabou com minha energia. Não sei quando terei coragem de apostar em outro livro da autora. 


Maior Decepção do Ano


"[...] Você precisa tirar ela de sua casa. Estão armando uma tragédia para você, Rose. Ela é perigosa."

- Eu não suporto nem pensar neste livro. Me desfiz dele quase imediatamente depois de lê-lo. Não queria tê-lo perto de mim, dentro da minha casa. Tamanha era a energia negativa da história. Tanto era o meu desprezo por ela. 

Escrevi o seguinte em minha resenha: "Fazia tempo que não me arrependia tanto de ler um livro. Deveria ter dado ouvido aos meus instintos e simplesmente me desfeito deste livro anos antes. Sem lê-lo! Sem jamais saber o que estava escondido em suas páginas. Aquela enorme sujeira que está fazendo com que eu própria me sinta suja, nauseada, transtornada. É um livro que não me fez nenhum bem. E o final apenas conseguiu me deixar pior."


Melhor Livro Infantojuvenil 


"E então Harry ouviu.
'... rasgar... romper... matar...'"

- Harry Potter foi uma das minhas muitas escolhas acertadas deste ano. Demorei muito para apostar nesta leitura e agora não vejo a hora de ler os outros livros da série. Esta autora é fantástica! Criou todo um mundo mágico que não só encanta leitores de todas as idades, mas que ainda ensina ou relembra grandes lições. Amo!


Merece ser lembrado


"Estou calma e cheia de paz.
 Ela não estava calma nem cheia de paz."

- Não sabia em que categoria colocar este livro, só uma coisa era certa: ele não podia ficar de fora. Não sei explicar bem o que sinto por ele. Não é o livro mais forte do autor, mas também está longe de ser o mais leve. Conta quatro histórias diferentes, unidas por um motivo em comum. Todavia, ao longo do livro cada uma das quatro protagonista vai caminhando para um destino particular. Alguns bons... outros trágicos. 


Acabaram as categorias? Bem... Não exatamente. Eu disse que escolher os 12 melhores não daria certo, por isso acreditei que o mais justo seria escolher um livro como melhor dentro de uma determinada categoria ou gênero. Mas agora... Necessitamos pelo menos de um Top 3, não acham???!!! :D 




3º Lugar


"Quem foi que disse que a vingança era doce? Porque estavam errados. Era selvagem e amarga, e ninguém saía imune de seus efeitos. Muito menos a pessoa que arquitetou tudo."

- Este livro merece! Quando se trata de vingança, regra geral, vemos o mocinho arquitetando tudo, acreditando possuir um direito natural de vingar-se do que acredita que a mocinha lhe fez, sem prova alguma de suas acusações, apenas uma desculpa para infernizar a vida dela e depois, na última página, dizer que sempre a amou. Haja paciência! Mas neste livro aqui tudo é diferente. A vingança parte da mocinha da história, que planeja dar no mocinho o troco pelo que ele fez com sua irmã de criação. A história é maravilhosa! 


2º Lugar


"Nunca me falte, amor. Não poderia seguir sem você."

- Acham mesmo que existia alguma possibilidade da Florencia Bonelli ficar de fora dos melhores do ano?!rsrs Sem chance! E não tive dúvidas na hora de escolher entre os dois livros que li este ano da autora. Nascida Sob o Sol de Aquário me atingiu bem mais que o primeiro da série. Me apaixonei pela música Caruso graças à história de Bianca e Sebastián e com eles vivi momentos deliciosos. Também existiram muitas tristezas, momentos desesperadores, mas a história deles é belíssima! De fazer suspirar! 



1º Lugar


"Não sei quanto tempo ficamos ali sentados no chão, chorando nos braços um do outro com a saudade de vinte anos derramando-se pelos nossos rostos."

- Não se trata apenas da primeira parte deste livro. O terceiro livro por inteiro está ocupando o 1º lugar dos melhores do ano. Estou terminando a leitura da segunda parte dele, mas já não tenho a menor dúvida de que livro merece essa posição de destaque na minha lista. Outlander será para sempre uma das minhas histórias mais queridas. Daquelas que não saem. Não importa quanto tempo se passe, sempre a recordarei. Como esquecer Claire e Jamie? Como não chorar, rir, nos angustiar, cair e recomeçar com esses dois? Quem acompanha a série sabe bem tudo o que eles já tiveram que suportar. Não foi nenhum mar de rosas. Eu os amo demais! 


É isso, queridos! Querem conhecer todos os livros que li este ano? Basta clicar aqui. :)


Pretendo aparecer mais uma vez antes da virada, mas caso não consiga lhes desejo desde já um excelente Ano Novo!!! Que 2018 seja maravilhoso para todos nós, não só na leitura, mas em todas as áreas de nossas vidas. Que seja um ano de felicidade, amor, paz, união, sucesso e de tudo que seja bom! E que Deus esteja sempre em nossos corações, em nossas vidas. Feliz 2018, gente!!! 

Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

Um comentário:

  1. Adorei o post, Any!
    Anotei alguns dos seus livros selecionados e coloquei na minha lista.
    Bjs

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo