30 de setembro de 2018

Última Noite de Inocência - India Grey

Tempo de leitura:
(Título Original: Her last night of innocence
Tradutora: Deborah Barros
Editora: Harlequin
Edição de: 2011)


Uma noite inesquecível, um segredo a ser revelado…

O piloto Cristiano Maresca sempre passava a noite anterior à corrida nos braços de uma bela mulher… Três anos atrás, Kate Edwards fora sua companhia… e com ela viveu momentos inesquecíveis. Mas no dia seguinte, em uma disputa acirrada, Cristiano sofreu um acidente quase fatal. Logo depois, Kate descobriu que estava grávida dele. Quando ele retorna às pistas de Monte Carlo, festejado pela sua recuperação, reencontra Kate, em meio à multidão de fãs e paparazzi, ansiosa para revelar ao homem que acelerou seu coração a verdade que mudará suas vidas para sempre!



Palavras de uma leitora... 



- Eu só posso me considerar uma completa imbecil. Simplesmente detesto quando adio demais a leitura de um livro e depois descubro que ele era perfeito e eu deveria ter dado uma chance antes. Estou revoltada comigo mesma! Porque Última noite de inocência é uma história preciosa, que nos faz recordar contos de fadas e imaginar que para sermos felizes basta acreditarmos...

Para vocês terem uma noção eu recebi este livro da Harlequin em 2011, nos primeiros meses da parceria, pelo que posso recordar. E não sei por que o pulei. Deve ser porque sou doida mesmo. E estou imensamente arrependida por ter esperado mais de sete anos (recebido em maio/2011) para lê-lo. É uma história tão linda e que me envolveu por completo. Eu sonhava acordada com os personagens.kkkkkk... Mas acho que preciso fazer um resumo para que entendam a história, certo?rsrs Não deem muita atenção à sinopse. Porque o livro é muito mais profundo do que pode parecer. 

- Kate era uma publicitária no início de sua carreira e com um passado que preferia esquecer, mas que guiava todas as suas escolhas. Que era um freio nos seus sonhos. Ela nunca tinha saído da cidade na qual morava até que a esposa do seu chefe e amigo entrou em trabalho de parto e ela teve que ser mandada no lugar dele para entrevistar um famoso piloto de corridas. O que só poderia ser um carma, vez que perdera o pai na infância para um acidente de carro e como se não bastasse a eterna dor por uma perda tão brusca e marcante também perdera o irmão de dezessete anos recentemente para um terrível acidente. Não queria estar perto de carros de corrida. Não queria aquilo em seu caminho. 

Todavia, não teve outra opção senão viajar para Mônaco e entrevistar Cristiano Maresca, um mulherengo cheio de si que jamais perdia uma corrida. Só que o que era para ser apenas uma entrevista se transformou na sua primeira noite de amor. Conscientemente não saberia dizer por que abrira mão de todas as suas reservas e aceitara estar nos braços dele. Talvez tenha sido a maneira como ele a olhou e como se abriu, revelando suas próprias feridas, mostrando a vulnerabilidade que nunca dividira com ninguém. O que teria sido aquilo? Por que confiara nela se sequer a conhecia? 

A noite tinha sido mágica. Mais que sexo tinham partilhado sua dor. Seus medos e desejos. Não foram feitas promessas. Pelo menos não durante a noite. Mas na manhã seguinte, pouco antes de entrar no carro que destruiria tudo, Cristiano lhe prometera sim. Que nada estava acabado. Que ela deveria ficar e esperar por ele. E foi o que ela fez. Ficou... apenas para vê-lo perder o controle do carro e a explosão que se seguiu, mostrando que todos os seus medos não eram infundados. Que não deveria ter aberto seu coração. 

Quatro anos depois, mãe de um lindo menino de três anos, Kate vivia do trabalho e da criação de seu menino. Embora Cristiano não tenha morrido, os ferimentos o deixaram em coma durante um tempo e quando ela descobriu que estava grávida e tentou contatá-lo não conseguiu. Chegou a se humilhar e deixar seu nome com os seguranças dele, dizendo que se ele soubesse quem ela era a receberia, mas tudo foi em vão. Destroçada seguiu com a própria vida, mas no fundo do coração ainda esperava por ele. Ainda imaginava que ele iria buscá-la. 

Cansados de vê-la estacionada no mesmo lugar, esperando por um homem que nunca sequer tinha ligado ou mandado uma mensagem, seus amigos a forçaram a ir ao encontro dele e colocar um ponto final naquela história. Deveria lhe contar a verdade. Falar sobre a criança e depois suportar a escolha dele em vez de ficar sempre imaginando o que poderia ter sido. 

Teriam quatro anos destruído o que começara naquela única noite? Teria um acidente quase fatal que roubara a memória de Cristiano o suficiente para impedi-los de recomeçar? Às vezes... é preciso apenas acreditar. 

"[...] Somente depois que você perde alguém, percebe que sentimento precioso é o... amor. - Ela balançou a cabeça. - Todo o resto é detalhe."

- Ai, gente! Que história linda! Não consigo apagar do meu rosto o sorriso provocado por esta leitura. E eu não esperava realmente nada do livro. Eu tinha resolvido lê-lo para a Maratona Romances de Banca, por causa do tema amnésia, que sempre foi um dos meus preferidos. E fui surpreendida dessa maneira maravilhosa. :D

Fiz toda a leitura em poucas horas, pois tudo fluía naturalmente. Terminava de ler uma página e já devorava as outras sempre querendo mais, tentando imaginar como é que consertariam o estrago de toda uma vida. Tanto a Kate quanto o Cristiano possuem marcas profundas. Enquanto a Kate deixou-se levar pelos sentimentos e se entregou mesmo temendo estar cometendo o maior erro da sua vida, Cristiano era mais fechado. O passado dele é realmente muito doloroso. :( Ele não passou por pouca coisa, não. E isso o endureceu, o fez construir diversas barreiras ao seu redor, determinado a nunca mais estar vulnerável outra vez, a nunca fracassar. É impossível não nos identificarmos com ele, não sentirmos a sua dor e compreender todas as suas escolhas. 

Mas o incrível é que ele abriu seu coração para uma desconhecida. Embora não soubesse expressar o que sentira por Kate naquela noite confiou o suficiente para contar tudo e chorar nos braços dela. Isso tocou tanto o meu coração. E se não fosse a amnésia a história deles teria sido incrível desde o princípio. Porém, veio o acidente e a perda de memória. E quatro anos foram suficientes para endurecê-lo ainda mais. E quando se reencontram Cristiano já não confia. Já não está disposto a se abrir novamente. E não faz ideia do tanto que tinha dividido com ela no passado. 

É a partir disso que precisam se reencontrar. Buscar o caminho de volta um para o outro. Kate é maravilhosa! Uma mocinha doce e forte, uma mãe guerreira e uma apaixonada. Mesmo magoada ela ainda acreditou nele e tentou fazê-lo enxergar as coisas de outra maneira, deixar os fantasmas para trás. Cristiano também é um mocinho incrível! Em nenhum momento eu o desprezei, pois foi muito fácil entendê-lo e ele jamais se comportou de maneira cruel com a Kate. Pelo contrário! Mesmo cheio de reservas estava sempre sendo cuidadoso, sempre ouvindo-a e tentando antecipar suas necessidades. Impossível não amá-los! Estou apaixonada por este casal! :)

Se recomendo o livro?! De olhos fechados! É perfeito! Simplesmente perfeito! Uma história que com certeza lerei novamente. 

"[...] Porque subitamente entendi que o amor é um milhão de vezes mais forte que o ódio."




Como eu disse esta foi minha escolha para o tema de setembro da Maratona Romances de Banca, que consistia em ler um romance (de banca, obviamente) sobre mocinho/mocinha com amnésia. E foi a melhor escolha que eu poderia ter feito! :)

Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

14 comentários:

  1. Não leio romances de banca. Já li alguns da coleção Sabrina e alguns outros, quando adolescente. Eu curti quando adolescente. Hoje prefiro outros gêneros, como thriller, fantasia, distopias.
    Ainda assim, sua resenha está muito bem descrita e tenho certeza que irá atingir o público que curte romances de banca.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá, que bacana saber que esse livro, que ficou parado por anos na estante, se revelou um romance tão bonito e agradável de se ler. Que tenso a vida dessa protagonista, ver tantas pessoas queridas se envolvendo em acidentes de carro, mas que bom que com o mocinho ela teve uma segunda chance.

    ResponderExcluir
  3. as vezes um livro que aparentemente nao damos muito por ser um livro nao tao atrativo acaba nos surpreendendo bastante eu adorei a historia daria uma chance sim

    ResponderExcluir
  4. Oi Luna!
    É sempre muito bom quando tiramos um livro que estava parado a muito tempo na nossa estante e descobrimos que ele é muito bom.
    Porém, tenho certeza que esse não seria um livro que leria. Não curto romances de banca e sabendo agora um pouco mais do que se trata, a história me pareceu bem clichê. E no momento estou tentando fugir um pouco deles.
    Por isso, dessa vez, passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, depois de ter lido o que escreveu, você conseguiu me convencer para ler a obra, pois fiquei encantado com a Kate e quero muito saber na íntegra o rumo de sua vida. Anotei o nome aqui e mesmo lendo pouco romance, esse me chamou muito minha atenção.

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu! Primeiro, que ótimo um romance assim em que o cara também se entrega pra mulher, porque dá uma canseira ver só as mocinhas bobas e dispostas a tudo, ainda que por uma noite, e o cara sair como um garanhão.. Já ganhou pontos por isso. E mais por ter conquistado você assim, que adiou a leitura por 7 anos, ahahahahah! Gostei muito de Kate, que mesmo com tanta tragédia e depois do cara sofrer um acidente, quase morrer, ficar desmemoriado, ela ainda tentou uma última chance.. Obrigada pela resenha tão linda como sempre.

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  7. Simplesmente amo romances de banca e vou te dizer, foi com esse tipo de leitura que tive o meu primeiro contato com a leitura, e simplesmente foi me conquistando cada vez mais.

    Simplesmente adorei a sua resenha, e fiquei muito curiosa pra saber como esse casal se desenrolou e enfim ficaram juntos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Quase não tenho lido romances de banca ultimamente, mas achei interessante a premissa. Caramba sete anos se passaram e só agora que leu, as vezes isso acontece né, afinal são tantas leituras.
    Kate parece ser uma personagem bem determinada e apesar das complicações parece que a autora deixou o enredo bem envolvente.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Olá amoreca,

    Nossa sendo sincera nunca li - ou me lembro de ter lido - romance de banca.
    MAs sempre me encantei com as capas.
    Adorei a resenha e confesso que me deixou bem curiosa por aqui, quem sabe eu dê uma chance pra algum por ai!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  10. Eu também quero me esbofetear quando adio uma leitura e quando a faço, me sinto arrebatada. A premissa deste romance aqui me pareceu interessante e entendo o fato de você ter lido em poucas horas. Vou procurar ainda hoje pra comprar e ler também. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ahhh!
    Quero ler com toda a certeza do mundo. Já faz um bom tempo que não leio nenhum romance de banca e este parece ser ideal para que eu retome meu bom e velho hábito. Nossa! essa história já tem sete anos e esta é a primeira vez que leio algo a respeito dela, como assim produção?

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Confesso que eu não lia muitos romances de banca, apesar de a minha mãe ter um monte aqui, até que eu também comecei a receber livros da Harlequim. E realmente arrependimento é a palavra, estou lendo uma história melhor que a outra e me apaixonando.
    Esse é um livro que eu não leria pela capa e nem pela sinopse, mas sua resenha me encantou, fiquei imaginando como será esse reencontro dos dois. Com certeza pretendo ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Eu lia tanto esses livros quando era mais nova... Mas ultimamente acredito que não leria nenhum desses,não tenho mais paciência para esses livros com romances de receitas prontas, parece que nada vai ser diferente, e eu acabo ficando bastante entediada ao longo da trama, o que acaba me prejudicando minha leitura...

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    menina, também me sinto assim quando demoro a ler um livro maravilhoso rs' eu gosto de romances e acredita que nunca li esses livrinhos, tenho muita vontade ainda mais quando leio resenhas super empolgadas. Adoro esses romances água com açúcar rs' bem clichê sabe, me envolvo maravilhosamente. Dica anotada!

    beijos!

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo