13 de setembro de 2018

Herdeiro Inesperado - Sharon Kendrick

Tempo de leitura:
(Título Original: Crowned for the Prince's Heir
Tradutora: Vera Vasconcellos
Editora: Harlequin
Edição de: 2017)


O segredo que ela guardou...

A estilista Lisa Bailey terminou seu relacionamento com Luc porque sabia que seu caso com o príncipe não teria futuro. Mas um último encontro roubado a deixou cheia de paixão, de desejo e... grávida! Meses depois, o príncipe Luciano de Mardovia está prestes a concretizar o casamento político perfeito quando uma revista de fofocas publica uma foto de Lisa claramente grávida! Ele tem certeza de que o filho é seu. Agora, Luc deve reclamar seu herdeiro a qualquer custo, mesmo que Lisa seja uma noiva inadequada. No final, ela se tornará sua rainha!




Palavras de uma leitora...



- Ultimamente paciência tem sido uma coisa escassa na minha vida. Não estou num momento apropriado para aturar certas histórias... certos comportamentos dos supostos protagonistas. E Herdeiro Inesperado acabou com qualquer resquício que eu tivesse de tolerância. 

O livro nos traz a história de Lisa e Luc, duas pessoas que tinham sido amantes no passado, uma vez que não se poderia considerar o relacionamento como namoro. Afinal de contas, ele só a procurava para satisfazer suas necessidades carnais. Sair com ela? Apresentá-la aos amigos e familiares?! Claro que não! Ela só era boa o suficiente como parceira de cama. Deveria ser mantida escondida como um segredo sujo. Percebem o meu estresse?! 

Após criar forças o suficiente para deixar de ceder ao desejo que sentia sempre que estavam no mesmo cômodo, Lisa resolveu colocar um ponto final na "relação", pois não queria ser tão fraca como a mãe tinha sido e ter o mesmo destino. Assim... seguiu com sua própria vida e incrementou seus negócios, se dedicando de corpo e alma ao trabalho, ainda mais por ter uma irmã e uma sobrinha que dependiam dela. 

Dois anos mais tarde Luc ressurge em sua vida disposto a atar as "pontas soltas" de seu passado, pois pretendia se casar com a mulher adequada, com aquela que seria uma excelente princesa. E precisava livrar-se de uma vez por todas da atração que ainda sentia por Lisa. Apenas mais uma noite na cama dela e poderia seguir em frente. 

E foi exatamente o que aconteceu. Ambos mataram a vontade que sentiam e Luc só se dignou a dizer que iria se casar com outra depois do sexo. Arrasada pela canalhice dele, ela o mandou embora (como se fosse necessário já que ele pretendia fazer justamente isso) e tentou sufocar a dor, aceitando que estava tudo terminado de uma vez por todas. Só que sua despedida sexual resultou numa gravidez inesperada...

- Eu tenho muito o que criticar nesta história. A começar pela imbecil da mocinha. Uma mulher dona de si, de seu próprio negócio, que lutava a cada dia para avançar mais, porém que se transformava numa completa tonta quando se tratava do Luc. Parecia que ela esquecia todo o amor próprio. Se rebaixava, permitia que ele fizesse dela o que bem entendesse. Ela teve coragem de terminar no passado, mas foi só ele reaparecer para ela cair nos braços dele, mesmo sabendo que ele não a considerava boa o suficiente para nada além de sexo. Tem como simpatizar com uma mocinha assim? Alguém que não respeitava a si mesma? Só que pior que isso foi o que ela fez depois... Eu desejei esganá-la! 

"Nunca seria o bichinho de estimação de um homem."

- Sério, minha filha? Mas por que você não levou a sério suas próprias palavras?! Por que fez justamente o contrário, se tornando o bichinho no qual ele mandava e desmandava como bem queria?! Quando o Luc descobre a gravidez dela, resolve romper com a noiva "ideal", pois queria a criança. Porque era seu herdeiro e todos aqueles argumentos tão típicos dessas histórias. A Lisa não aceita se casar com ele, uma vez que tudo o que o motivava era o bebê. E como ela sustentou: há muitos séculos mulheres conseguem se virar muito bem como mães solteiras. Só que ela cedeu bem rápido. Ele a chantageou e ela nem piscou. Se submeteu como uma tonta e largou tudo para ir com ele. Sua independência, sua loja, seus próprios princípios. Dizendo para si mesma que não tinha opção. Como não tinha?!??!?! Em que planeta ela vive? Ele ameaça destruir os negócios dela e lutar contra ela na Justiça pela criança e ela julga que um homem assim é o que merece, que não tem opção? Tinha opção sim! Mandá-lo para o quinto dos infernos e lutar contra ele. Muito simples. Detesto protagonista burra. 

Outro ponto que merece destaque: o cretino ameaça os negócios dela e ela só consegue pensar no quanto fica excitada quando olha para ele. Não dá, gente! Simplesmente não dá! Tem que ter a paciência de um santo para aturar esse tipo de coisa numa história. E, como eu disse, paciência é algo que me falta. 

- E o que falar do Luc? Ele é um lixo. Não me interessa que depois ele tenha confessado que a amava e blá blá blá. Que ela era tudo para ele. Pouco me importa. Tipos como o dele me dão asco. Não é o pior mocinho que já vi nos livros, com certeza não. Mas sua arrogância e seu comportamento machista fizeram meu sangue ferver. Ele se tornou praticamente dono dos negócios dela só para chantageá-la, para ter uma maneira de pressioná-la a fazer o que ele quisesse, nem que fosse tirando dela sua fonte de renda. Isso não é um comportamento de uma pessoa que ama. É o comportamento de um homem obsessivo que não aceita "não" como resposta.

"Quem ela achava que era para recusar seu pedido de casamento sem nem ao menos parar para pensar?"

- Entendem por que desprezo esse traste? Segundo ele a mocinha não tinha direito algum de recusá-lo como marido. Quem será que ela achava que era para fazer algo assim? E olha que a história foi escrita no século XXI! Mas Luc é um homem egocêntrico que acreditava que Lisa era inferior a ele e deveria se sentir honrada por ele se dignar a pedi-la em casamento. 

- Já perdi todo o tempo que não tinha a perder com esta maldita história. Tudo o que quero é esquecer que a li. Claro que depois as coisas ficaram ótimas entre o casal. Muito sexo, e mais sexo, umas palavras de efeito aqui outras ali e todos os problemas ficam resolvidos. E lá vem o felizes para sempre! Nem necessito dizer que é um livro que NÃO recomendo. 



Esta foi a minha escolha para este mês no Desafio 12 Meses Literários. Como podem ver desta vez escolhi muito mal. Foi uma completa decepção.

Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

8 comentários:

  1. Oi Luna, tudo bem? Eu já li muito romance de banca que seguem esse mesmo padrão, geralmente a gente passa muita raiva mesmo com os protagonistas rsrs Ao menos é aquela leitura rápida que a gente não perde muito tempo, né rs Melhor emsmo esquecer o que elu rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu ainda não conhecia o livro e embora eu goste bastante do gênero esse livro já me irritou profundamente só de ler a sua resenha. Muito bom ver a sua sinceridade ao falar sobre o livro, se eu não tivesse visto a sua resenha eu ia achar que é uma obra agradável, porque aparentemente a premissa até que não é tão ruim, mas vejo que lendo é mesmo uma leitura que me daria nos nervos.

    ResponderExcluir
  3. Caramba... Que tenso!!
    Se tá nessa fase de pura intolerância e falta de paciência com histórias assim, melhor mesmo ficar longe delas! Deixa para quem gosta e não enxerga as coisas da mesma forma que você!! Rs...
    Uma pena que tenha tido essa reação tão visceral ao livro.
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Vi que você nao estava muito bem no grupo do fb e fiquei super preocupada, espero que esteja melhor, ok? Uma pena a leitura não ter sido tão boa assim, você tá no seu direito em nao simpatizar nadinha com a mocinha, eu também ficaria irritada com a postura dela, certamente!

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Eu sou uma boa apreciadora de romances de bancas, mas confesso que se eu vesse esse hoje eu passaria do outro lado da rua. Se tem uma coisa que não me desce é uma mocinha submissa as vontades de um cara , juro que não me desce de jeito nenhum. Fora que ela é contraditória olha a o que ela fala e logo em seguida faz o que falou que não faria, pelo amor de deus. Não gosto de histórias assim. Entendo completamente seu desgosto pela história. Eu acho que detestaria o personagem masculino. Ele parece arrogante e prepotente. Adorei a sinceridade da sua resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, mas já anotei aqui para passar longe. Pela sua resenha, ficou claro para mim o quanto esse mocinho é abusivo e machista, o que também me incomoda profundamente. Além disso, que mocinha mais tonta é essa? Nem li o livro e já me irritei com ela kkkkk.
    Realmente, é uma leitura que não funcionaria para mim também. Mas adorei ler sua resenha e a forma como você expôs sua opinião.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eu achei que o estresse que você pontuou no começo, teria fim, mas ao continuar a ler a resenha, entendi que ele só aumentou. Realmente, as coisas que te incomodaram, também não e=me agradariam e eu não quero ler para depois ter que esquecer que li.
    Amo sua sinceridade
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Já tinha visto esse livro, mas.ainda não tive a oportunidade de ler. Anotei a dica para uma leitura futura.

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo