16 de março de 2019

O final de Once Upon a Time

Tempo de leitura:


Olá, queridos!

Eu deveria estar trazendo resenha de algum livro (estou terminando várias leituras), mas hoje assisti o episódio final de Once Upon a Time e fui tão completamente atingida que precisava vir falar desta experiência tão linda! :)

Comecei a assistir esta série de contos de fadas em setembro de 2014. E fui arrebatada por ela! Era muita paixão.rs Sempre fui apaixonada por contos de fadas, mas Once Upon a Time trouxe releituras muitíssimo bem elaboradas, com atores de peso, histórias coerentes e que nos faziam sentir amor, ódio, revolta, esperança... uma mistura louca de sentimentos. 


No meu post anterior sobre séries incompletas, eu mencionei que estava assistindo esta sétima e última temporada desde 2017 e que tinha como um dos meus objetivos concluí-la agora em março. E consegui cumprir. :) Maratonei os sete últimos episódios e quanto mais perto chegava do fim mais triste me sentia. 

Ao longo do tempo eu disse várias vezes que desejava o cancelamento da série, pois estavam estendendo para muitas temporadas e isso estava estragando o que era perfeito. A série estava ficando sem história, inventando muito, repetindo um mesmo núcleo de personagens principais e isso estava cansando quem sempre amou a série. O destaque dado ao Príncipe Encantado e à Branca de Neve me irritava, pois existiam outros personagens que mereciam ser mais explorados, como a própria Regina, nossa incrível Rainha Má, que foi praticamente esquecida nas duas últimas temporadas (sobretudo na última). E ela sempre foi a personagem mais forte, aquela que levava a série inteira com sua personalidade, que mostrou seu valor e se transformou através do seu amor pelo Henry e pelo Robin. Emma e Hook demoraram a me conquistar, mas me apaixonaram sim e senti uma mescla de alegria e tristeza quando a última temporada começou sem este casal. Mas a alegria se deu pelo fato de sair daquele núcleo e explorar outras histórias, sabe? Estava repetitivo. Era hora de inovar. 

Infelizmente, esta inovação não foi bem feita. Pelo contrário! Trouxeram meu conto preferido da vida (Cinderela), mas com atores fracos, sem química, sem força, sem personalidade. Henry regrediu muito como adulto. Preferia mil vezes o ator que o interpretou quando criança. A última temporada trouxe a história da Rapunzel também, da Alice do País das Maravilhas, da filha do Robin com a Zelena, da Tiana (da Princesa e o Sapo), entre outros. Mas o único casal que funcionou para mim foi o formado pela Alice e pela Robin (filha do Robin que recebeu o mesmo nome que ele). A última temporada apostou num relacionamento homoafetivo entre as duas e o apoio natural que receberam dos demais personagens e isso foi extremamente positivo. Elas convenceram com o amor que surgiu da amizade, da cumplicidade, de forma tão espontânea. Destaque ainda para a relação entre a Alice e o pai (O Capitão Gancho do Reino dos Desejos), que se sentia conectado à ela e se importava muito mesmo sem saber que ela era sua filha. 

Importante mencionar também a mudança que ocorreu no senhor Gold, o antigo Senhor das Trevas, que tanto mal tinha causado a todos os personagens desde a primeira temporada. Ele se redimiu de forma emocionante com a cena presente no último episódio. 

O casal formado por Jacinda (Cinderela) e Henry (filho biológico da Emma e adotivo da Regina) foi o mais fraco de todos, entre todas as temporadas da série. E isso é muita coisa!rs Não funcionaram de modo algum. Jacinda não tinha personalidade, estava sempre se lamentando, sempre se colocando por baixo de todos, como se precisasse que todos reconhecessem que ela era inferior, uma pobre coitada. E isso não combina com uma protagonista de uma série como esta. A atriz que interpretou a Tiana teria funcionado muito mais como Cinderela. E o ator que interpretou o Nick teria funcionado melhor como Henry. Eles estragaram o meu conto preferido e vai demorar para eu conseguir perdoar isso.rs A única coisa positiva referente à família formada por Jacinda e Henry é a filhinha deles, Lucy, que interpretou muito bem seu papel, embora não tenha recebido todo o destaque merecido. 

A temporada foi, como um todo, péssima. E sigo acreditando que deveriam ter cancelado a série bem antes, quando ela ainda era perfeita, incrivelmente envolvente. Todavia, os dois últimos episódios desta temporada conseguiram salvar a história. Foram muito emocionantes! Algumas coisas não convenceram, claro, mas Regina voltou a brilhar depois de tantos episódios sendo ignorada pelos produtores. Ela fechou a série com chave de ouro, com uma mensagem que me fez chorar. 

No último episódio tivemos o retorno do Príncipe Encantado, Branca de Neve, Emma e o outro Capitão Gancho, além de outros personagens dos quais sentíamos falta. Regina e Robin tiveram uma cena linda em sonho e meu coração se apertou naquele momento. Quem acompanha a série sabe que ele morreu algumas temporadas atrás e eu nunca pude superar a dor que isso provocou na minha personagem preferida. :( Ele a visitou em sonho para lhe dar forças para enfrentar uma batalha muito importante, contra seu passado sombrio, e vencer. Eu queria que eles tivessem ficado juntos. Ela sempre irá amá-lo. 

Todos os personagens se reuniram para coroar a verdadeira protagonista desta série inteira: Regina, agora Rainha Boa, e foi sua mensagem no final, com flashbacks de tantos momentos felizes e outros dolorosos, que mais me emocionou. Ela brilhou muito, arrasou com aquela cena! E eu bati palmas aqui!rs Desejando que toda a temporada tivesse sido tão mágica, tão bonita, como os últimos dois episódios foram. 

Vou sentir falta de Once Upon a Time? Na verdade, eu já sinto. :( Ficou uma dorzinha no meu coração, pois mesmo com altos e baixos a série me encantava. Eu a amo demais! Estou com vontade de assistir toda a primeira temporada de novo.kkkkkkk... 

Não me arrependo nem por um instante de ter assistido esta série. E ela já deixou saudades...

Vamos relembrar como tudo começou?

Na primeira temporada da série, Regina, a Rainha Má, lançou uma poderosa maldição, condenando todos os personagens da Floresta Encantada a nunca encontrarem seu final feliz, a viverem separados daqueles que mais amavam, sem memória de nada. Isso era uma vingança contra Branca de Neve e a maldição foi anunciada no dia de seu casamento com o Príncipe Encantado, tornando um dia feliz num de profunda tristeza para todos ali presentes. 

Os moradores da Floresta Encantada não desistem sem lutar e descobrem que a única forma de um dia escaparem é através da filha que Branca de Neve estava esperando. A menina deveria ser transportada em segurança para o "mundo real" e escapar da maldição para um dia, muitos anos depois, salvar sua família. Assim acontece. Emma é transportada em segurança, mais cresce sem amor, sem saber sua verdadeira origem, se sentindo sozinha e infeliz. Ela não acredita em fantasia, não acredita em nada. 

Os outros personagens são atingidos pela maldição e enviados para Storybrooke, sem memória de suas vidas passadas e longe daqueles que tanto amavam, separados não fisicamente, mas pela ausência de lembranças e condenados a uma vida infeliz. Emma cresce e entre diversas escolhas equivocadas opta por entregar seu filho para adoção. 

Henry, então, é adotado por Regina, sem que a mesma soubesse que o bebê que estava adotando era neto de Branca de Neve e Príncipe Encantado, e seria importantíssimo para ajudar sua mãe biológica a quebrar a maldição. 

Ainda criança, Henry descobre toda a verdade e percebe que a única forma de salvar sua família e juntar todos novamente é indo atrás de Emma, forçando-a a acreditar, a ter esperança...

Com a chegada de Emma em Storybrooke, todos os planos de Regina ficam ameaçados e uma guerra entre o bem e o mal tem início. Além de enfrentar seus antigos inimigos, Regina enfrentará a pior das batalhas: contra o próprio coração, que mesmo sombrio, ama Henry de verdade e não deseja que ele sofra...

Once Upon a Time é uma série muito bonita que, mesmo com falhas, eu recomendo MUITO!!!

Bjs!




Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

3 comentários:

  1. OI LUNA
    ASSISTI uns capitulos dessa serie e imagino que deve deve ter uma tristeza e um alivio ao terminar essa serie ,DEPOIS DE tanto tempo terminar uma serie deve trazer um moxto de emoçoes ,
    EU não sou de seguir serie A UNICA que estava acompanhando era GAMES OF TRANNES ,E AGORA esrou vendo serie YOU
    ATÉ mesmo filme não sou muito de assistir ESSE ano é que resolvi mudar um pouco isso
    assisti uns otimos filmes como O VENTO LEVOU , A LENDA DA PAIXÃO,COLD MOUNTAIN,A O FEITIÇO DE AQUILA .BOM PARA ESPAIRECER UM POUCO
    ESPERO QUE encontre outra serie tão boa quanto essa .
    quem sabe no futuro eu assista essa que voce recomenda TENHO SÓ QUE arrumar tempo kkkk o que tá dificil kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eliane!

      Sim, eu fiquei muito triste por ter chegado ao fim. Foi bom terminar, mas ao mesmo tempo dá uma sensação de vazio.

      A série YOU é muito boa! Estou tentando terminá-la este mês ainda.

      Também não tenho assistido muitos filmes. Destes que você viu, o único que já assisti é A Lenda da Paixão e chorei muito.

      kkkkkkkkk... Sei como é. Também enlouqueço com a falta de tempo.

      Bjs!

      Excluir
  2. Oi Lu!!
    eu amava assistir Once up on a time, quando comecei a série fiquei encantada com toda a história que eles criavam por trás de cada personagem, mas quando chegou na temporada que aparecem as meninas do frozen não sei o que aconteceu que desanimei completamente, fui perdendo o encanto e não consegui finalizar. De certa forma concordo com você, deveriam ter cancelada quando ainda estava tudo lindo hahahaha. Mas que bom que os últimos episódios convenceram de alguma forma.

    Beijokas

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo