10 de fevereiro de 2019

Uma Dama fora dos Padrões - Julia Quinn

Tempo de leitura:
(Título Original: Because of Miss Bridgerton
Tradutora: Viviane Diniz
Editora: Arqueiro
Edição de: 2018)

Os Rokesbys - Livro 1


Às vezes você encontra o amor nos lugares mais inesperados...

Esta não é uma dessas vezes.

Todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito... algum dia.

Às vezes você se apaixona exatamente pela pessoa que acha que deveria...

Ou não.

Há apenas um irmão Rokesby que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente.

Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso...

Porque quando Billie e George são obrigados a ficar juntos num lugar inusitado, um novo tipo de centelha começa a surgir. E no momento em que esses adversários da vida inteira finalmente se beijam, descobrem que a pessoa que detestam talvez seja a mesma sem a qual não conseguem viver.



Palavras de uma leitora...


- Era para eu ter feito a resenha deste livro, no máximo, na quarta-feira passada. Todavia, meu olho esquerdo resolveu ficar seriamente doente o que tornou impossível concluir a leitura. Entre antibiótico, anti-inflamatório, analgésico e compressas de água morna acabei levando seis dias para ler um livro que teria lido em dois. Sou ou não sou muito sortuda?!rsrs Até infecção no olho consegue surgir em mim! Tudo para atrapalhar minha leitura. Deve ser algum carma.rs

- Sei que ainda estou lendo o Quarteto Smythe-Smith, mas estava tão curiosa para ler esta nova série (que nos traz de volta a família Bridgerton!!!!) que não consegui me segurar.rsrs Precisava desesperadamente do livro. E já tenho o segundo volume. :D 

"E, se havia uma pessoa no mundo por quem não se apaixonaria, essa pessoa era Billie Bridgerton."

Inglaterra, século XVIII. 

Billie sabia com quem iria se casar. Bem... não exatamente qual dos dois, mas seu casamento com um dos Rokesby era quase um fato. Suas famílias eram muito próximas desde sempre e por este motivo ela tinha crescido com os dois meninos, participando das mesmas brincadeiras e travessuras. Eram inseparáveis. Pelo menos, até que todos cresceram e os rapazes seguiram o próprio caminho. E Billie tinha ficado para trás, cuidando da propriedade do pai, por mais que ninguém quisesse reconhecer que era uma mulher quem administrava as coisas, e sentindo saudade da amiga que se casara e dos amigos que agora estavam distantes. Só ela tinha ficado ali... Ah, e George, claro. Mas ele não contava. Não quando o objetivo de sua vida era reprovar toda e qualquer decisão que ela tomasse. Ele era como uma peste. Não o suportava. E o sentimento era mútuo, algo que ninguém se atreveria a negar. 

Por este motivo, quando tentou salvar um gato "indefeso" e acabou caindo (junto com o bicho) em cima do telhado de uma casa antiga, torcendo seriamente o pé, Billie esperou que alguém a socorresse. Alguém... não ele. Mas como a maré de azar estava alta, de todas as pessoas que poderiam ter passado pelo local tinha que ser justamente a última pessoa que ela desejava encontrar. E que a visse naquela situação

Só que o tempo que passou ao seu lado em cima do telhado (porque o gato conseguiu derrubar a escada que ele usou para tentar resgatá-la) modificou de alguma forma a relação dos dois. Billie não sabia o que tinha acontecido, mas... algo estava diferente. Ele era o George de sempre, convencido e irritante, porém quando estavam no mesmo ambiente e conversavam... não era mais a mesma coisa. Havia uma identificação, um elo... e isso era assustador. Porque se tinha uma coisa que não imaginara (que ninguém sequer cogitou) era casar com aquele Rokesby. Qualquer um dos outros dois irmãos, mas ele nunca. Aquilo só podia ser um surto passageiro. É claro que eles não estavam se dando bem. Tudo não passava de um lapso momentâneo e logo voltariam a se odiar como de costume. Ela não desejaria estar em seus braços. Os olhos dele não pareceriam queimar seu corpo. E definitivamente um toque não provocaria arrepios... não aquele tipo de arrepio. Tudo voltaria ao normal. O mais breve possível. 

"Ele piscou, então olhou nos olhos dela. - Eu quero você. 
Billie ficou sem ar.
- Eu quero você - repetiu ele, e foi como se toda a sala girasse."

- Pense numa história que te faz rir logo na primeira página do primeiro capítulo. Não. Na verdade, é antes disso. Eu comecei a rir (e estava na rua esperando o ônibus) quando li "As dez maiores razões para ler este livro". O item 5 me fez gargalhar, sobretudo porque eu tenho uma gatinha em casa. Então sei como esses pequenos "anjos" podem aprontar poucas e boas.rsrs A minha gata quase me enlouquece. 

Quando finalmente começamos a ler a história não é possível nos segurarmos... Billie quase quebrou o pé por causa de um gato. Um gato que não era dela. E ela nem sequer gostava de gatos.kkkkkkkk... Nossa protagonista simplesmente ouviu um gatinho chorando, como se estivesse preso em cima da árvore. Mesmo detestando gatos ela se comoveu e resolveu ajudá-lo. Claro que o gato não ficou muito agradecido, pois aquela humana era uma desconhecida.rs O resultado foi que ambos caíram no telhado. Só que quem torceu o pé foi ela. E quando nosso herói chegou no cavalo branco para resgatar sua donzela (claro que não foi assim) o gato ainda fez questão de derrubar a escada. Eu nunca me diverti tanto com as primeiras páginas de um livro!rsrs

- A autora neste livro resgata a família Bridgerton. Porque os Rokesbys são os melhores amigos dos Bridgertons e Billie é justamente uma Bridgerton. Assim, conhecemos a família dela e até há uma menção ao Edmund, o que provoca uma dor no nosso coração. Porque, a não ser que eu esteja muito enganada, ele é o que se tornará marido da Violet e morrerá precocemente deixando o título e as responsabilidades pela família nas mãos do filho Anthony. Não é spoiler, vez que a série Os Bridgertons (que conta com oito volumes + um livro de epílogos alternativos e um conto) foi escrita e publicada antes desta nova. Lembrar do Edmund dói, pois recordamos os traumas que isso provocou no Anthony e como era grande a saudade que a Violet sentia dele. E isso continua não sendo spoiler, pois Edmund não é protagonista de nenhum dos livros da série dos Bridgertons. São os filhos dele que protagonizam as histórias. E a morte dele nunca foi um segredo. 

- Eu me encantei com o romance entre a Billie e o George. Eles eram bem diferentes, mas ao mesmo tempo muito parecidos. Sabe aquelas pessoas que conseguem se comunicar até com o silêncio? São assim mesmo!rs Eles nunca de fato se odiaram. O que acontece é que por ser o mais velho dos irmãos, o nosso mocinho cresceu meio isolado. Era maduro demais para as brincadeiras deles e ficava irritado com o fato de Billie viver seguindo seus irmãos por toda parte, como se se esquecesse que era uma menina e tinha que se comportar como tal.kkkkkkkk... O mais divertido é que ambas as famílias se acostumaram com aquela situação e adoravam o fato de ela ser tão livre. George, por sua vez, dizia para si mesmo que a detestava. Quando na verdade o sentimento era mais um tipo de admiração e respeito relutante.rs

"Ele a beijou.
Foi a própria definição de loucura."

Billie não suportava a maneira como ele insistia em reprová-la com o olhar... e com as palavras também.rs Ela não deixava por menos e assim eles tinham os seus duelos verbais. No fundo, sempre se gostaram. Não digo que o amor surgiu bem antes. Não. O amor veio depois, pouco a pouco. Mas eles se gostavam antes disso e nem percebiam o quanto. Se preocupavam um com o outro. Mesmo quando brigavam não queriam se magoar. Só não sabiam lidar com suas diferenças. Eram um tanto temperamentais, mas de um jeito divertido. Eu os amei! 

- A construção do relacionamento não foi rápida e isso até me deixou um pouco frustrada. Eu me perguntava: quando eles vão se beijar?! Parecia que eu estava lendo Orgulho e Preconceito quando tinha que me contentar com ausência de beijos.rsrs Todavia, quando as coisas finalmente acontecem... elas realmente acontecem!rs O casal tem muita química e a ternura sempre presente em cada momento nos faz suspirar. Literalmente. Fiquei apaixonada pelos dois. Billie é uma mocinha muito forte e divertida. Era como se ela levasse luz para a vida do George, que era mais sério, embora também soubesse falar de forma espirituosa. Eles combinavam muito e não tenho dúvidas de que serão muito felizes juntos. 

"Queria tudo dele, e o queria de todas as maneiras possíveis."

- Neste livro já fomos apresentados ao Andrew (um dos irmãos do George), que acredito que será o protagonista do terceiro livro. O Edward (outro irmão do George) é o protagonista de Um Marido de Faz de Conta, lançado mês passado pela Arqueiro. Estou me segurando para não lê-lo imediatamente. É que tem alguns livros que necessito ler antes por conta das metas, mas em breve mergulharei na história. :) 

- Apostar nos livros da Julia Quinn é sempre um prazer. Não me canso das histórias dela. Nunca. Me fazem rir, me fazem sonhar, esquecer um pouco a vida real. Li recentemente um livro muito pesado chamado Maria Bonita (da jornalista Adriana Negreiros), que reconstrói o passado de sofrimento do povo do sertão, vítima da violência da polícia e dos cangaceiros. Ler um livro de época, tão suave e delicioso como este é um alento. Uma forma de poder voltar a respirar tranquilamente, tirar o peso deixado pelo outro livro. Eu sempre irei recomendar as histórias da Julia Quinn! São livros apaixonantes!

"Era George, e ela o amava."


Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

14 comentários:

  1. Olá!
    Julia Quinn voltou a velha forma nessa trilogia. Apesar de Um marido de faz de conta ser mais apaixonante que esse, eu adorei o envolvimento de Billie e George. Dei boas risadas, principalmente quando estão em cima do telhado.
    Uma dica de leitura leve e como fã de romance de época sempre me encanto com os personagens.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  2. Oieeee. Espero que seu olho esteja melhor. Eu amei este livro e eu gostei mais por ter demorado o relacionamento. Eu sou daquelas que prefere que demore. hahahahahaha

    ResponderExcluir
  3. Olá, Luna.

    É muito bom pegar um livro leve como esse para ler. As histórias da Julia parecem ser ótimas, apesar de bem clichês. Mas afinal, quem não gosta de um bom clichê, não é mesmo? hahaha
    É muito ruim mesmo quando esperamos pela famosa hora do beijo, mas a autora acaba enrolando, isso é um ponto negativo, me sinto muito frustada, rs

    ResponderExcluir
  4. Ola lindona eu amei esse livro, assim como todos os livros da Julia. Billie é muito autêntica e ao mesmo tempo engraçada. George então que lindo suspirei na cena de sua declaração. Com certeza uma leitura que vale muito a pena. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Luna.
    Eu ainda não li as série dos Bridgertons, mas já comecei a ler essa dos Rokesbys. Como eles são de gerações diferentes, então fico feliz porque sei que não vou pegar spoilers! Rs...
    Assim como você, eu nunca me canso das histórias da Julia Quinn. Já li o Um Marido de Faz de Conta e amei!!! Agora quero tentar me organizar para começar a ler Os Bridgertons!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  6. bem, pra ser sincera eu nao curto a julia Quinn, e são tantos livros entremeados que eu ficaria toda perdida nas tramas... não gosto de romances de época... mas legal vc ter adorado a história e deu pra matar a saudade da familia protagonista...
    melhoras do olho...
    bjs...

    ResponderExcluir
  7. Julia Quinn manda nos nossos corações, não é mesmo??? Eu adorei este livro e eu queria ser a melhor amiga da Billie, porque ela fez com que eu me lembrasse de mim mesma... fora dos padrões.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Eita, eu espero que você esteja melhorzinha do olho já! Julia Quinn é uma autora que admiro demais porque ela consegue construir romanced tão gostosinhos, não sei lidar! Obrigada pela dica, espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  9. Embora a autora seja super querida pelos leitores de plantão jamais li nada dela, nem notinhas de rodapé rs Mas sempre leio resenhas positivas sobre os livros dela. Sou apaixonada por romances de época, porém ainda não cheguei aos dela. Um dia chego a eles.

    Não é a primeira vez que leio uma resenha sobre esse livro. E já percebi que as pessoas ou gostam dele ou detestam ele, sem meios termos. Por isso mesmo que tenho a curiosidade em lê-lo, para poder tirar minhas próprias conclusões.

    E melhoras viu, ficar doente não é nada gatinho!

    Ah... sempre adoro ler suas resenhas, elas sempre são bem detalhadas e repletas de sinceridade. Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Confesso que gostei de saber que o relacionamento demorou a acontecer, não curto muito quando é rápido demais. Gosto dos joguinhos, kkkkkk. Quero muito ler essa série, adoro os livros da autora.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Já li várias resenhas desse livro e confesso que minha curiosidade está bem aguçada, pois só leio elogios sobra a história, ela parece ser muito bonita e emocionante. Anotada a dica. E sua resenha está bem completa, destrinchou cada canto da obra. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Eu adoro os livros da Julia Quinn e achei esse um dos romances mais leves dela. Ele é realmente ideal para ler depois de uma leitura mais pesada. Me diverti muito e também ri demais naquela lista com motivos para ler hahaha.
    Confesso que prefiro o segundo volume da série, mas amei esse também. E adorei conferir sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi tudo bem?
    Eu AMEI esse livro, não acho que voi um dos mais fortes da autora, mas foi encantador, além disso, ela arrasa no segundo volume dessa série
    bjo

    ResponderExcluir
  14. Esse livro está na minha lista, mas provavelmente ainda levará algum para eu ler. Mas adorei saber suas impressões. Gostei de saber que o romance acontece de maneira mais lenta.
    Bjim!

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo