22 de setembro de 2019

Especial Romances de Época: Judith McNaught - Parte 2

Tempo de leitura:


Olá, queridos!

Na sexta-feira passada eu publiquei o Especial Romances de Época: Judith McNaught - Parte 1, quando falei da Dinastia Westmoreland, composta pelos livros: Um Reino de Sonhos, Whitney, Meu Amor e Até Você Chegar. Hoje vamos falar da série Sequels, que também é queridinha do meu coração, reunindo livros que me roubaram o fôlego na época que li, que me fizeram chorar horrores e sonhar acordada. :)

Como eu disse no post anterior, não irei reler todos os livros e fazer novas resenhas, pois já os li anos atrás e fiz resenhas de todos eles, tanto da série Westmoreland quanto da Sequels. Eu possuo tanto as edições antigas quanto essas novas lançadas recentemente pela Bertrand Brasil. A única nova edição que ainda não tenho é de Alguém para Amar, todas as outras já estão na minha estante, na prateleira de livros especiais e intocáveis.rs 

Lembrando que assim como Um Reino de Sonhos, Algo Maravilhoso nunca antes tinha sido publicado no Brasil. Sabe quando a editora tem o hábito de publicar séries fora de ordem e depois deixá-las incompletas? Era assim que acontecia, para minha grande frustração. Então quando li Algo Maravilhoso ele ainda não existia em português no Brasil. Os outros dois livros da série já existiam, em diferentes edições, mas costumavam ser de difícil acesso, pois eram livros que já tinham se tornado raros. 

Agora em 2019, com o relançamento de Agora e Sempre e Alguém para Amar, bem como com o lançamento de Algo Maravilhoso, eu finalmente posso estar feliz e perdoar a editora por tanta demora.rs



Título Original: Once and Always
Tradutora: Cristina Laguna Sangiuliano Boa
Editora: Bertrand Brasil
Edição de: 2019
Páginas: 350
Série Sequels - Livro 1


Eu tenho um carinho muito especial por este livro. Amo igualmente a Victoria, com seu humor delicioso e sua garra, e o Jason, com seu coração amargurado e um passado de nos causar arrepios e fazer nosso coração em pedaços, de tanto que ele sofreu. Um sofrimento que eu, certamente, não suportaria. 

Neste livro temos duas jovens que se tornam órfãs após um acidente matar simultaneamente seu pai e sua mãe. Como se não bastasse a terrível dor pela perda, o mundo das duas meninas sofre um abalo profundo quando parentes poderosos da Inglaterra decidem oferecer abrigo às duas moças... só que em casas separadas. 

Isso porque a avó (ou bisavó, não me lembro bem) decide ficar com a menina mais jovem (acho que a outra menina era a mais jovem e a Victoria era a mais velha.rs Minha memória não é tão perfeita assim) e rejeita com rudeza a Victoria, que não tem outra opção senão ser recebida por um outro parente distante de sua mãe, ainda magoada com a rejeição daquela senhora. Ocorre que o senhor, meio que tramando algo em sua cabeça, coloca a moça para viver na mesma casa que Jason, seu "sobrinho". A intenção dele era que Victoria iluminasse a vida de Jason e o fizesse voltar a acreditar no amor. Ele achava que juntando os dois estaria consertando erros de seu próprio passado...

Só que... Victoria era completamente apaixonada por outra pessoa, um amigo de infância. E as coisas entre ela e Jason não começam nada bem. A relação dos dois será bem tumultuada, pois o Jason é aquele tipo de mocinho que odeia o mundo por conta de todo o sofrimento que passou (que realmente foi um sofrimento muito grande, que eu não teria suportado). Existirá uma cena polêmica na história que talvez faça com que novos leitores da série odeiem o mocinho. Eu sou um tanto inflexível com certas coisas, mas não sou hipócrita. Não vou dizer que odiei o Jason, pois não odiei. Eu o perdoei. E o amo com todo o meu coração, do mesmo jeito que amo a minha querida Victoria. Eles formam um casal belíssimo! 


Título Original: Something Wonderful
Tradutora: Carolina Simmer
Editora: Bertrand Brasil
Edição de: 2019
Páginas: 406
Série Sequels - Livro 2


Que cruel eu selecionar justamente o trecho acima, não acham?rsrs É só para deixá-los um pouco tensos, imaginando o que terá acontecido com a Alexandra para colocar a vida dela em sérios riscos... Para mim, esta é uma das melhores cenas do livro, quando o Jordan, por conta da dor e do medo terrível de perdê-la, é obrigado a se desfazer de todas as suas defesas e abrir o coração... deixar fluir tudo o que sente e morria de medo de admitir. 

Aqui temos outra jovem que se vê desamparada, sem motivos para acreditar na vida, mas que mesmo assim não perde as esperanças. Seu destino se cruza com o de Jordan quando ela lhe salva a vida e, em troca, tem sua reputação arruinada.rs Disposto a reparar as coisas, já que por ter salvo a vida dele e estado a sós num mesmo ambiente, aquela pobre moça passara a estar "manchada" para a sociedade, Jordan decide se casar com ela. Mas o casamento não dura muito, pois pouco tempo depois ele "desaparece" e é dado como morto. 

Tempos depois, Alexandra é apresentada à sociedade e descobre quais eram os reais motivos para ele ter se casado com ela. Furiosa e profundamente magoada, ela começa a ter comportamentos um tanto inadequados... Até que certas circunstâncias a fazem ter que se casar com um parente de seu falecido marido. Só que justamente próximo do casamento, Jordan reaparece e o relacionamento dos dois toma um novo e complicado rumo. Ainda mais quando certas tentativas de assassinato o fazem suspeitar que Victoria esteja querendo se livrar dele. 

Há muita confusão nessa história. E tudo parece cooperar para que um não confie no outro, mas no fim tudo dá certo e a história é LINDA!!! Não é o melhor livro da série, eu reconheço, mas ainda assim é apaixonante. O casal consegue nos emocionar, nos envolver por completo e torcemos muito pela felicidade dos dois. 


Título Original: Almost heaven
Editora: Bertrand Brasil
Edição de: 2019
Páginas: 518
Série Sequels - Livro 3


E chegamos ao livro que... Deus do céu! Eu fico com os olhos cheios de lágrimas e um nó doloroso na garganta só em lembrar deste livro. Ele não só é um dos meus queridos da autora, mas de toda minha vida! Como esquecer Elizabeth e Ian?! Como não morrer de amores por eles?! Vocês não fazem ideia do quanto amo esta história. Como é profundo e incondicional o meu amor por tudo neste livro. Meu coração chega a acelerar enquanto escrevo aqui. Estou muito emocionada mesmo!

Como eu disse, é o único cuja nova edição eu ainda não adquiri, mas provavelmente já estará na minha estante até o início do próximo mês. Mas não irei me desfazer da minha edição antiga (do mesmo modo que não vou me desfazer das demais edições antigas de nenhum livro da autora NUNCA!), que para mim possui todo um valor sentimental. 

Nesta história temos um casal que come o pão que o diabo amassou por causa da hipocrisia e costumes absurdos da alta sociedade inglesa. Inocente demais, confiando nas "amigas" erradas, Elizabeth vê todo o seu mundo ruir, por conta da inveja dos outros. Um dia era uma jovem debutante com todo um futuro lindo pela frente e no momento seguinte era desprezada por quase todo mundo, vista como uma "pária" da sociedade, sendo completamente excluída do convívio social, como se estivesse morta para pessoas que antes lhe sorriam e queriam estar ao seu redor. O golpe é mais duro ainda, pois o homem por quem se apaixonara perdidamente, vai embora sem saber a verdade. Sem saber nada do que tinha acontecido com ela e imaginando que ela o havia traído. 

Alguns anos se passam... Elizabeth tem que usar toda sua criatividade e vontade de viver para lidar com todas as humilhações, com o ostracismo e as dificuldades financeiras. Como se não bastasse, seu irmão e único parente próximo estava desaparecido, deixando-a completamente sozinha e nas mãos de parentes que se guiavam pelo interesse. Mas é justamente o interesse de seu "tutor" que coloca Elizabeth novamente no caminho de Ian. Agora eles terão que lidar com todo o ressentimento guardado e alimentado ao longo dos anos e descobrir verdades que lhes foram negadas à época dos acontecimentos passados. 

Esta é uma história cheia de altos e baixos. Primeiro não acreditamos no início que nos faz desejar rir e ao mesmo tempo nos revolta profundamente, pois ficamos perplexos com a atitude do responsável legal da Elizabeth. Mas quando somos levados ao passado e conhecemos a história de amor linda e sofrida de Elizabeth e Ian somos tocados profundamente pela beleza daquele amor tão puro e mágico, pela forma como eles acreditaram tanto, se entregaram tanto... e então sofremos muito com o final abrupto, com as coisas que a nossa mocinha teve que suportar. E quando eles se reencontram só queremos que tudo dê certo. Queremos que o passado seja esquecido e possam recomeçar. Não importava que a sociedade não aceitasse mais a nossa Eliza, se ela tivesse o Ian ao seu lado, se pudesse ser feliz com ele, já estaríamos satisfeitos. Só que a autora faz mais... Ela provoca uma reviravolta tremenda e torna o nosso amor pelo mocinho ainda maior. Só que...

... esta é uma história na qual tudo muda de um momento para outro. Quando você pensa que tudo deu certo e suspira, sonha acordado, relaxa o coração... vem outra reviravolta e te golpeia em cheio. Sim, neste livro os nocautes são fortes.rs Mas é um dos meus livros preferidos da vida! Uma história que nos arrebata. Que nos faz chorar, mas também nos faz rir muito. Que nos toca profundamente com o amor tão intenso e inesquecível deste casal. Eu sonhava com eles, gente! Viajava, ia para bem longe durante a leitura, sentindo como se eu própria fizesse parte da história.... AMO, AMO, AMO, AMO DEMAIS, LOUCAMENTE, PERDIDAMENTE! Não dá para colocar em palavras tudo o que sinto por este livro. 

É isso, queridos! Espero que tenha convencido vocês a darem uma chance para essas histórias apaixonantes. :D

Eu amo muitas autoras que são perfeitas em seus próprios estilos. Mas entre as autoras de romances de época eu sinto um carinho muito mais forte por duas em especial: Judith McNaught e Candace Camp

Não gosto da Julia Quinn? Lisa Kleypas??? Claro que sim! AMO as duas! Basta um livro ser escrito por elas para eu já querer. Tenho quase todos os livros delas lançados no Brasil pela Arqueiro. E vou adquirir os que ainda não tenho. MAS... Apesar de todo o meu amor por elas e por outras autoras de romances de época, Judith McNaught e Candace Camp são especiais pela PROFUNDIDADE. Os livros delas são muito profundos, trazendo uma carga emocional mais intensa, personagens muito bem construídos, que você quase consegue "enxergar" a alma deles. Sério! A profundidade dos personagens e das histórias consegue fazê-las se cravarem dentro de nós, marcar como cicatriz, como tatuagem na pele, sabe? Os livros ficam em nós. O tempo passa, lemos outras histórias, mas as histórias permanecem em nossa memória, em nosso coração, sentimos todo aquele amor quando recordamos... sentimos que estamos dentro das histórias de novo. É algo lindo. E não tem como elas não serem especiais na minha vida. E fico revoltada, no que se refere à Candace Camp, porque já pedi inúmeras vezes à editora Harlequin para trazer as histórias inéditas da autora. Sempre pedi e continuo aproveitando cada oportunidade para pedir novamente. Mas não sei por que a editora demora tanto para trazer os livros que ainda não publicou aqui ou para relançar aqueles mais antigos e que são difíceis de encontrar. Eu tenho vários livros da Candace Camp, todos eles já resenhados no blog. Mas quero as histórias inéditas. Muitas estão disponíveis na Amazon em inglês e outras em espanhol (que é o idioma no qual leio quando um livro ainda não foi publicado no Brasil), mas eu quero ter essas edições em português. Como eu disse, vida de leitora não é fácil. 

Voltando à série Sequels: Apesar da série possuir uma ordem, os livros podem ser lidos de forma independente, não estraga de modo algum lê-los fora de ordem. Mas alguns casais aparecem nos livros uns dos outros e têm ligação de parentesco ou amizade. As histórias se passam todas no século XIX e num curto intervalo de tempo. Os casais fazem parte do mesmo círculo social e frequentam os mesmos salões. Às vezes uns são importantes nas histórias dos outros, pelo que consigo recordar. 

Uma observação: Se não estou muito enganada (vez que estou me guiando pelas minhas lembranças) alguns personagens da série Sequels aparecem na série Westmoreland. Não tenho certeza, mas acho que sim. A Judith tem o costume de fazer esse tipo de coisa.rs

Um Reino de Sonhos é o único livro da série Westmoreland que se passa no século XV. Os outros dois se passam no século XIX. 

Outra observação: A autora não escreve apenas romances de época. Ela também possui livros contemporâneos maravilhosos! Nada impede a Bertrand Brasil de relançá-los também, né?!

Terceira observação: Vou deixar o link das resenhas das duas séries. Mas lembrem-se que são resenhas que escrevi quando tinha dezessete anos, em 2011, e que são BEM emotivas e cheias de spoilers. Não digam que não avisei!rs


Série Sequels:



Dinastia Westmoreland

Um Reino de Sonhos (resenha de 2011)
Um Reino de Sonhos (segunda resenha, escrita em 2018)


Eu ia programar este post para segunda-feira, mas decidi programar para amanhã (domingo). Assim, na próxima segunda-feira, dia 23/09, o blog não terá nenhuma publicação. 

Bjs!


Leitora apaixonada por romances de época, clássicos e thrillers (não necessariamente nesta ordem). Mãe da gatinha Luana. Filha carinhosa. Irmã dedicada. Amiga para todas as horas. Acredita em Deus. E no poder do amor.

12 comentários:

  1. ola
    estou acompanhando suas postagens e gostando muito EM PRIMEIRO lugar quero dizer que eu sei a diferença entre romances de epoca e romances historicos
    acontece que me acostumei com os romances da noca cultural
    mas sei perfeitamente a diferença entre os dois
    E VOCE tem razão CANDANCE CAMP poderia ter seus romances lançados em formato de livraria
    EU tenho varios livros dela, tenho a trilogia AINCOURT
    MENINA que são essas capas? maravilhooosa
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eliane!

      É muito bom sabermos a diferença, mas isso não é importante. Tem gente que acha que temos a obrigação de sabermos diferenciar todos os gêneros e subgêneros (e uns são relativamente muito novos, "inventados" pelos leitores e pelo universo literário), mas o que realmente importa é o nosso amor pelos livros. É o nosso prazer de ler.

      Nem me fale! Eu sonho com isso!!! Mas a editora Harlequin parece não perceber como seria um sucesso o relançamento desses livros e o lançamentos dos livros inéditos da Candace Camp!

      São capas belíssimas! A editora realmente caprichou!

      Bjs!

      Excluir
  2. Olá...
    Se eu já tinha gostado do post anterior, agora eu AMEI esse! A série sequels parece ser o tipo exato de leitura que curto, então, diante de seus belíssimos comentários sobre a Judith é impossível continuar nessa ignorancia que me encontro... Acho que já vou encomendar alguns livros dela pra poder conhecer sua escrita.
    Assim que ler volto aqui e te conto o que achei <3
    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que você vai amar os livros dela, Diane! Principalmente a série Sequels e o livro Alguém para Amar.

      Bjs!

      Excluir
  3. Genteeee, que amor e quanta paixão por essas autoras e séries. Deu aquele quentinho no coração e uma vontade enorme de ler cada um dos livros, já que uma das minhas metas até final do ano é ler mais livros do gênero. Romance de época sempre me deixa apaixonada.

    ResponderExcluir
  4. Oi Luna.
    Nossa eu achei esse post super bacana. Eu não conheço muitos romances de época. Na verdade só os livros da Julia Quinn e olha que eu nem li todos eles. Mas achei uma preciosidade conhecer todos esses livros citados aqui.
    Eu não conhecia a Judith, mas gostei bastante dos resumos das histórias que você fez. E essas capas? Adorei também, e olha que eu sou muito chato com relação a isso.
    Também vou pesquisar um pouco mais sobre os livros da outra série que você citou :)
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Oi Luna!

    Tudo bem? Adorei o post, confesso que ainda não tive a oportunidade de ler nada da Judith, mas tenho muita curiosidade e fiquei ainda mais decidida a ler os livros dela depois de ler seus comentários. A forma como você apresentou cada história realmente me fez ficar ainda mais curiosa sobre elas.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Luna.
    Já li os dois primeiros livros da trilogia Sequels e estou animadíssima para ler o terceiro.
    Foi minha primeira experiência com a escrita da autora e gostei tanto que já quero começar a ler outras séries dela!
    Eu também não odiei o Jason e achei bem desnecessário alguns chiliques que umas leitoras andaram dando por aí! Rs...
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Não acompanho muito romances de época e ainda não conhecia a autora, sua empolgação ao falar dos livros que me arriscaria nesses!!! Vou conferir as resenhas da série anterior tbm!! Parabéns pela resenha!!

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Gosto muito de romances de época, mas ainda não tive a iniciativa de ler algo da autora o que pelo seu post vejo como um erro grave rs... Alguns livros dela estão na minha lista de leitura a um tempo "Todo ar que respiras" que não é de época está para ser lido a anos e até agora nada, mas acho que vou começar por uma das séries recomendadas por vocês, vou dar uma olhadinha no outro post e e nas resenhas para decidir.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Gosto muito de romances de época, mas infelizmente não li nenhum dessa autora ainda, mas o seu empenho em falar sobre os livros foi tamanho que a minha curiosidade acabou aumentando. Devem ser leituras fantásticas e apaixonantes! Dica anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oie amore,

    Não li nenhum romance de época, mas depois de tanto ler sobre confesso que tenho muita vontade.
    Não conhecia essa série citada, mas nesse momento não é algo que eu queira ler pra falar a vdd!
    Ainda assim agradeço pela dica e o post super completo!

    Beijokas!

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos! E são muito importantes para o blog!

Todavia, observe que:

1- comentários feitos apenas para divulgação de sorteios ou coisas parecidas não serão publicados;

2- comentários ofensivos serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog basta mandar um e-mail para contato@emocoesaflordapele.com e eu responderei o mais rápido possível.

Topo